Pontevedra (província)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde julho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Pontevedra
Provincia Pontevedra.png
Comunidade autónoma Galiza
Capital Pontevedra
Área 4495 km²
População: 943 117 (2006)
Fronteiras: Corunha, Lugo, Ourense, Portugal e Oceano Atlântico.
Províncias da Espanha Flag of Spain.svg
Província de Pontevedra, Municípios

Pontevedra é uma das quatro províncias que compõem a Comunidade Autónoma da Galiza, em Espanha. A sua capital administrativa é Pontevedra, mas a principal e mais populosa cidade é Vigo.

Tem uma população aproximada de 916 mil habitantes e uma extensão de 4494 km².

É limitada a norte pela província da Corunha, a leste pelas de Lugo e Ourense, a oeste pelo Oceano Atlântico e a sul por Portugal, do qual está separada apenas pelo rio Minho.

Compreende as comarcas do Salnés, Pontevedra, Morraço, Vigo, Val Minhor e Baixo Minho na região costeira, conhecida como "Rias Baixas", e as de Caldas de Reis, Tabeirós - Terra de Montes, Deza, O Condado e Paradanta no interior, abrangendo um total de 62 municípios.

Pontevedra é o centro administrativo e judicial, com população aproximada de 81.000 habitantes, ainda que a maior cidade seja Vigo (293000 hab.), importante porto marítimo - o primeiro porto pesqueiro da Europa -, centro comercial e cabeceira da principal área industrial da Galiza. Outras vilas importantes são Vilagarcía de Arousa (33 800), Redondela (29 000), Marim (25 500), Cangas de Morraço (23 800), A Estrada (22 200), Lalim (20 300) e Ponte Areas (19 000).

História[editar | editar código-fonte]

Na antiga divisão provincial do Reino da Galiza, em vigor até 1833, a zona Norte da actual província de Pontevedra pertencia à de Compostela. A zona Sul - a mais importante económica e demograficamente - constituía a província de Tui, que na divisão da Galécia feita pelo Império Romano formava parte do Convento Bracarense. Na Alta Idade Média pertenceu à Sé metropolitana de Braga até que, depois da separação do Condado de Portugal do Reino de Galiza, foi definitivamente adscrita pela força à Sé compostelana.