Porches

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
 Portugal Porches  
—  Freguesia  —
Brasão de armas de Porches
Brasão de armas
Localização o concelho de Lagoa
Localização o concelho de Lagoa
Porches está localizado em: Portugal Continental
Porches
Localização de Porches em Portugal
37° 07' 36" N 8° 24' 06" O
País  Portugal
Concelho LGA1.png Lagoa
 - Tipo Junta de freguesia
Área [1]
 - Total 15,64 km²
População (2011)[2]
 - Total 2 011
    • Densidade 128,6/km2 
Código postal 8400

Porches é uma freguesia portuguesa do concelho de Lagoa[3] , com 15,64 km² de área e 2011 habitantes (2011). Densidade: 128,6 h/km².

Fez parte do concelho de Silves até à criação do município de Lagoa.[4] Foi elevada a vila em 12 de Julho de 2001.[5]

Na freguesia localiza-se a Ermida e a Praia da Senhora da Rocha, e ainda o famoso Poço Santo.

História[editar | editar código-fonte]

Espalhada sobre um outeiro, à beira da mais antiga via longitudinal do Algarve, poisa a pequena vila de Porches. No território, em que se inscreve actualmente a freguesia, existem vestígios de ocupação humana contínua que nos remonta ao Neolítico.

Segundo fontes históricas, a actual vila de Porches teve a sua origem em meados do século XVI, tendo sido edificada pela população, vinda de uma antiga urbe denominada Porches Velho (lugar da freguesia mais próximo da costa). Porches Velho teria sido ocupado por romanos e em 1253 já era considerado vila, cabeça de um julgado e possuidora de um forte castelo medieval.[4]

A região de Porches foi célebre e importante. Terra conhecida pelo seu famoso vinho, terra do barro, das olarias e dos grandes mestres. Habilidosas mãos continuam a dar forma ao barro, mantendo viva esta arte secular.

Com o incremento do turismo, a olaria de Porches tornou-se próspera. O barro artístico teima em assimilar harmoniosamente as técnicas e motivos transmitidos pelos velhos mestres, cuja arte o aprendiz dá continuidade, com uma nova e original inspiração. Porches, tornou-se num importante centro turístico, figurando nas diversos roteiros turísticas da região.

Foi sobretudo a partir dos anos 80 que a localidade se expandiu e se desenvolveu de forma notória. Para tal, contribuíram as infra-estruturas criadas, a correcta ocupação do solo e a envolvente natural, magníficas praias e a natureza exuberante.

Património[editar | editar código-fonte]


Demografia[editar | editar código-fonte]

               Evolução da População Entre 1864 e 2011                 

Evolução da  População  1864 / 2011; Variação da População  1864 / 2011;

                 Os Grupos Etários Em 2001 e 2011                   

A População em 2001; A População em 2011;

Referências

  1. Carta Administrativa Oficial de Portugal CAOP 2013. IGP Instituto Geográfico Português. Página visitada em 27 de Março de 2014. "descarrega ficheiro zip/Excel"
  2. População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano) (em português). Instituto Nacional de Estatística. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 4 de Dezembro de 2013. "Informação no separador "Q601_Algarve""
  3. Lei n.º 11-A/2013 (Reorganização administrativa do território das freguesias). Diário da República 1.ª Série, n.º 19, de 28 de janeiro. Página visitada em 2 de fevereiro de 2013..
  4. a b Lagoa/Nótula Histórica. Câmara Municipal de Lagoa. Página visitada em 7 de Abril de 2014.
  5. Lei n.º 76/2001. Diário da República. Página visitada em 8 de abril de 2014..
  6. Forte e Capela de Nossa Senhora da Rocha. IGESPAR. Página visitada em 8 de Abril de 2014.
  7. Poço Santo. IGESPAR. Página visitada em 8 de Abril de 2014.


Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.