Porfirio Rubirosa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde outubro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Porfirio Rubirosa

Porfirio Rubirosa Ariza (San Francisco de Macorís, 22 de janeiro de 1909Bois de Boulogne, Paris, 5 de julho, de 1965) foi um diplomata, jogador de polo e piloto de automóveis da República Dominicana. Tornou-se mundialmente conhecido por sua fama de playboy e participação no jet set internacional. Nas revistas portuguesas era constantemente apelidado com "Cadi das Caraibas", ou somente "Cadi".

Segundo relatos, "Rubi", ou "Cadi" possuiu um dos mais famosos pênis da história: na hora do chá, em código recomendado pelo pudor, as mulheres costumavam referir-se aos "últimos 30 cm de um bastão de beisebol". Até mesmo Truman Capote, no livro inacabado Answered Prayers, descreveu-o como algo de onze polegadas de comprimento. Ainda hoje, os moedores de pimenta extra-longos usados nos bistrôs franceses são chamados de "Rubirosas."

Rubirosa manteve relações amorosas com muitas mulheres famosas, como Dolores Del Río, Marilyn Monroe, Ava Gardner, Rita Hayworth, Judy Garland, Soraya Esfandiary, Veronica Lake, Kim Novak, Eva Perón e a atriz húngara Zsa Zsa Gabor. Foi casado com a belíssima atriz francesa Danielle Darrieux.

Em 30 de dezembro de 1953 casou com a milionária Barbara Hutton e ela tudo fez para o afastar de Gabor, tendo até comprado tantos fatos que ele rápidamente de tornou um dos dez homens mais bem vestidos do mundo. Barbara logo percebeu que não seria a mulher exclusiva neste casamento e divorciou-se rápidamente de Rubirosa em 1954, dando-lhe 3,5 milhões de dólares.

Casou-se em 27 de outubro de 1956 com Odile Rodin, nome artístico de Odile Lèonie Marie Josèphe Berard, atriz francesa então com apenas 17 anos de idade.

"Rubi" Morreu em 1965, no bois de Boulogne em Paris, quando bateu sua Ferrari nas árvores depois de sair de um bar onde passou a noite comemorando a vitória de seu time de pólo na Copa da França.