Poro (mitologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.

Na mitologia grega, Poro (em grego: Πόρος, transl. Póros, "abundância") é uma personificação da riqueza.

Alguns autores clássicos dão como pais de Eros, Poros e Pênia (Pobreza, o oposto de Poros). Segundo a lenda, em uma festa em honra ao nascimento de Afrodite, Poros ficou embriagado e adormeceu nos jardins de Zeus. Pênia foi à festa mendigar e encontrou Poros, então, pela carência em que se encontrava de tudo o que tem Poros e cogitando ter um filho do mesmo, dormiu com ele e concebeu Eros.

Então, Eros tornou-se seguidor de Afrodite porque foi gerado durante as suas festas natalícias e também porque era por natureza amante da beleza. Devido à união da pobreza e riqueza, o amor tem o caráter de estar sempre ávido de algo, ao mesmo tempo em que sente-se cheio.

Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.