Porsche 914

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Porsche 914
2007-06-17 VW-Porsche 914 (kl).JPG
Visão Geral
Produção 19691975
Fabricante Porsche
Cronologia
Último
Último
Volkswagen Karmann-Ghia 1500
Porsche 924
Próximo
Próximo


O Porsche 914 foi um modelo esportivo desenvolvido em parceria pela Volkswagen e pela Porsche.

História[editar | editar código-fonte]

De uma amizade entre os Presidentes de Porsche e Volkswagen (Ferry Porsche e Heinz Nordhoff, respectivamente) nasceu o projeto 914. Esta parceria foi necessária pois precisavam de um esportivo que fosse moderno, diferente e economicamente acessível. Por um lado a Porsche precisando substituir o popular 912 e outro a Volkswagen que precisava repetir o sucesso de Karmann-Ghia, mas com um veículo mais potente. Pela parceria ficou acertado que o conceito do veículo seria designado à Porsche, a motorização e distribuição pela Volkswagen e a construção da carroceria pela Karmann-Ghia que já fabricava os modelos Porsche 911 e 912. Em 1968, Heinz Nordhoff deixa o alto posto de Volskswagen e assume seu compatriota Karl Lotz, que imediatamente paralisou o projeto, pois queria desenvolver projeto próprio, mas Ferry Porsche poderia seguir em frente com o projeto, comprando as carrocerias e motores da Volkswagen com preços reajustados. Depois de um ano de muitas discussões Ferry conseguiu convencer Lotz e formou-se então a VW-Porsche Vertriebsgesellschaft Gmbh, com uma divisão nos EUA ( Porsche-Audi). Os veículos comercializados nos EUA seriam enviados com a marca Porsche, mercado de grande importância para a marca. Para a Europa o 914 seria comercializado pela Volkswagen com a marca Volkswagen-Porsche. Assim em 1969 o carro é apresentado no salão de Genebra, Suíça, em duas versões com motores boxter sendo um 1.7 de quatro cilindros, com injeção de combustível e 85 cv e um 2.0 seis-cilindros que possuía comando no cabeçote e 125 cv.

VW Porsche 914

Secretamente, sua equipe constrói duas versões de 914-8 cilindros, um para a comemoração dos 60 anos de Ferry Porsche, esta unidade permanece no museu da Porsche em Stuttgart, a outra unidade foi presenteada ao Karl Lotz, que a mantém até os dias de hoje. Comercializado de 1970 à 1972 a versão 6 cilindros não ultrapassou as 3.300 unidades, o alto custo de aquisição desta versão, variando de 5.999 à 6.099 dólares americanos e a pouca diferença para o 911 básico (apenas 500 dólares americanos). Porsche ainda lança mais duas versões entre 1971 e 1972, conhecidos por 916 e 914/6 GT, com motor mais potente 2.4 L (do 911-S), rodas e paralamas alargados. Fabricados sob encomenda, não ultrapassaram as 11 unidades e 47 unidades, respectivamente. Mesmo considerada cara, algo em torno de 3.595 dólares americanos, frente a seus principais concorrentes de mercado ( Datsun 240Z com 3.526 dólares entre outros mais baratos em até 1.000 dólares americanos) a versão 4 cilindros, com motores VW 411, por sua vez caminhava bem chegando há 22.000 unidades vendidas ao final de 1972. A solução seria produzir um novo motor para substituir a versão 6 cilindros e aumentar a potência da versão 1.7 L. Assim sendo, em 1973 duas novas versões são apresentadas com 4 cilindros, 1.8 Litros com 85 cv e 2.0 Litros com 100 cv. A versão 2.0 Litros obtém resultados de desempenho semelhantes aos apresentados com a versão 6 cilindros. Em especial, a versão 2.0 Litros de 1973 é considerada pelos aficcionados o melhor ano do 914-4, pois sem custo adicional recebia todos os opcionais da versão 6 cilindros ( console, vidros verdes, rodas fuchs, dupla barra de estabilização, bancos reguláveis etc). Para o mercado americano a versão 1.7 Litros foi substituída pelo 1.8 Litros com 80 cv, e a versão 2.0 Litros foi alterada para 88 cv, respeitando as normas do estado da Califórnia, que exigia catalisador. Ao final de 1975, Lotz manifesta seus novos projetos, com veículos com tração dianteira e com motores arrefecidos a água e comunica que Volkswagen não tem mais interesse no projeto 914. A produção do 914, estendeu-se até o final de 1976, atendendo exclusivamente ao mercado norte-americano. Ao todo foram produzidos 118.982 veículos, sendo que 75% foram exportados para EUA, a última versão 2.0 Litros foi comercializada a 7.250 dólares americanos. Porsche apresenta seu substituto, o modelo 924, com motor e transmissão Audi, este modelo foi renegado pelos porschistas, tornando-se um grande fiasco em vendas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Porsche 914