Porsche 917

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde fevereiro de 2010).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Porsche 917 é um carro que correu em corridas de endurance de 1969 até 1971, vencendo as 24 Horas de Le Mans de 1970 e 1971, onde, em 71, estabeleceu um recorde que se mantém até os dias de hoje. A partir de 1971, as regras estabelecidas pela FIA fizeram com que apenas carros com motores menores de 5 litros competissem, o que fez com que o 917 fosse banido das pistas. O carro teve algumas subdivisões de modelos, como o 917 K, o 917/30, o 917 LH e os 917/10 e 917/20 que corriam pelo campeonato americano Can-Am. Neste campeonato, as regras eram praticamente as de que, o carro teria que ser um carro de dois lugares, "cabriolet", ou seja, sem teto, e tivesse 4 rodas. Sem limite de cilindradas ou potência. Com toda essa liberdade, a Porsche criou um carro que tinha mais de 1500 hp, e que poderia alcançar os 400 Km/h. Esse carro era o 917/30, um carro difícil de ser domesticado devido à toda sua potência e o famoso turbo-lag.

Porsche 917K