Port of Spain

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cidade de Port of Spain
Panorama de Port of Spain
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido Bandeira desconhecida
Hino
Localização
Localização de Cidade de Port of Spain
Pais Trinidad e Tobago
Prefeito Murchison Brown
Características geográficas
Área 83,84 km²
População (2000) 49.031
Densidade 3,650 hab./km²
Altitude metros
Fuso horário UTC [-4]
Cidades de Trinidad e Tobago

Port of Spain, ou Porto de Espanha,[1] [2] [3] é a capital de Trinidad e Tobago e a terceira maior cidade do país em população, após Chaguanas e San Fernando. A população municipal é 49.031 (censo 2000) e a região metropolitana possui 128.026 habitantes (1990).

Fica localizado no Golfo de Paria, na costa noroeste da ilha de Trinidad. A cidade serve primariamente como um centro administrativo e de têxteis. Também serve como centro de serviços financeiros e é sede de dois dos maiores bancos do Caribe anglófono. É um dos maiores centros de exportação do Mar do Caribe, com exportações de produtos agrícolas e asfalto. A Bauxita das Guianas e ferro da Venezuela são transportados através de Chaguaramas por conta de incentivos, por volta de seis quilômetros à oeste da cidade. O maior prédio em Port of Spain (e do país inteiro) é o Nicholas Tower.

História[editar | editar código-fonte]

Port of Spain foi fundada perto de uma vila de pesca dos índios da tribo Cumucurapo, situada na área conhecida hoje como Mucurapo, a oeste do centro da cidade. O nome Conquerabia é também conhecido como um estabelecimento indígena na região. Este pode ter sido uma vila separada, outro nome para Cumucurapo, ou o resultado de uma miscigenação feita por espanhóis, que estabaleceram o "Puerto de los Hispanioles", mais tarde "Puerto de España". Em 1560 uma guarnição espanhola foi fixada perto do monte Laventille, onde hoje se localiza o limite oriental da cidade.

A parte baixa actual de Port of Spain mais próximo ao mar foi uma vez uma área de mangues de marea coberta por lama. Os primeiros edifícios espanhóis aqui, entre os séculos XVI e XVII, eram os ajoupas lama-emplastrados abertos, entre as árvores de algodão e outras árvores. O forte foi um recinto amuralhado de lama com uma cabana no interior, uma haste, dois ou três canhões e alguns soldados espanhóis. Os Caribs eram transitórios, que viajam para o continente (agora Venezuela) e até o rio Orinoco. O comandante naval francês Comte D'Estrées visitou em 1680, e relataram que não houve batalha em Port of Spain. Mas, em 1690, o governador espanhol Don Sebastien Roteta comunicou por escrito ao Rei de Espanha: Em 1699, o alcalde de Trinidad relatou ao rei que os nativos "possuem o hábito de banho, desprezo e abuso mediante a Santa Fé e ridicularizada com jestos os esforços dos Santos Padres ".

Em 1757, a antiga capital, San José de Oruña (moderno Saint Joseph), cerca de sete milhas (11 km) no interior, tinha caído em ruína, e o Governador Don Pedro de la Moneda transferiu a sua sede para Port of Spain, Trinidad, que assim se tornou o de fato capital. O último governador espanhol da Trindade, Don José Maria Chacón, dedicou muito do seu tempo para o desenvolvimento da nova capital. Ele obrigou a ilha do Cabildo para ir para Port of Spain, e limitou os seus poderes para o município. O Cedula da População 1783, que incentivou a resolução dos católicos franceses na ilha, levou a um rápido aumento da população da vila e da sua extensão geográfica.

A partir do pequeno aglomerado de edifícios no sopé da Laventille Hills, onze ruas foram estabelecidas para oeste até à zona delimitada pela St. Ann's River, assim, que estabelece a grelha padrão que tem sobrevivido no centro de Porto de Espanha até à atualidade. Ao longo da costa do mar foi a Plaza del Marina (Praça da Marinha), um desfile solo. Em 1786, a cidade tinha uma população de cerca de 3.000.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Port of Spain mede cerca de 10,4 quilômetros quadrados ou cerca de quatro quilómetros quadrados de área e está situado no noroeste da Ilha de Trinidad, entre o Golfo de Paria, no Norte e da Faixa de Caroni Swamp.

O Norte da Gama é o intervalo de altas montanhas em toda a porção norte de Trinidad e é considerada uma extensão da Cordilheira dos Andes da América do Sul. O Norte da Faixa de Chaguaramas é contado a partir da península, a oeste para Toco no leste e é constituído principalmente por rochas sedimentares. Port of Spain situa-se na extremidade ocidental e sobe para os morros e vales, que são firmes e amplamente desmatado. Os dois picos mais altos são El Cerro del Aripo e El Tucuche que medem 900 m.[4]

Clima[editar | editar código-fonte]

Port of Spain tem um clima tropical sazonal. A sua estação chuvosa dura de junho a dezembro e sua estação seca dura de janeiro a maio. Condições climáticas e composição geográfica resultam em problemas graves de inundações na cidade na ocasião chuvosa. O bem protegido do Golfo de Paria normalmente é um oásis de calma, ainda incha durante o furacão. A temporada pode deixar "ilhas" "cidades" isoladas, fazendo com que a travessia entre estes pontos seja uma experiência áspera e mesmo causar cancelamentos.

Nuvola apps kweather.svg Dados climatológicos para Port of Spain Weather-rain-thunderstorm.svg
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 31 31,5 32,3 33 33,1 31,5 31,3 31,7 32,2 32,2 31,5 31,1 31,86
Temperatura mínima média (°C) 20 20,2 20,7 22 23 23,3 23 23 23,1 22,6 22,3 21 22
Precipitação (mm) 42,9 39,8 16,9 27,7 67,5 155,6 193,6 244,0 190,5 143,3 210,5 75,7 1 408
Dias com chuva 11 10 6 6 11 20 21 19 16 15 18 13 166
Fonte: World Weather Information Service[5] 19 de novembro de 2010

Cidades Irmãs[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Porto Editora. Porto de Espanha Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa da Infopédia – Enciclopédia e Dicionários Porto Editora. Visitado em 19 de janeiro de 2012.
  2. Serviço das Publicações da União Europeia. Anexo A5: Lista dos Estados, territórios e moedas Código de Redacção Interinstitucional. Visitado em 27 de novembro de 2012.
  3. Macedo, Vítor. (Primavera de 2013). "Lista de capitais do Código de Redação Interinstitucional". A Folha — Boletim da língua portuguesa nas instituições europeias (n.º 41): 16. Sítio web da Direcção-Geral da Tradução da Comissão Europeia no portal da União Europeia. ISSN 1830-7809. Visitado em 23 de maio de 2013.
  4. Article on Trinidad's northern range
  5. World Weather Information Service - Port of Spain (Trinidad) World Weather Information Service.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Trindad e Tobago é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.