Portador da Paixão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ícone russo dos Portadores da Paixão, Santos Boris e Gleb (século XIV, Galeria Tretyakov, Moscou).

No cristianismo ortodoxo, um Portador da Paixão (Russo: страстотéрпец, tr. strastotérpets; IPA: [strəstɐˈtʲerpʲɪts]) é um dos vários títulos habituais para santos usados nas comemorações dos serviços divinos ao lembrar os santos no calendário da Igreja.[1]

Um portador da paixão é uma pessoa que enfrenta a sua morte uma maneira parecida com a de Cristo. Ao contrário de mártires, portadores da paixão não são explicitamente mortos por sua , embora mantenham esta fé com piedade e verdadeiro amor de Deus. Assim, todos os mártires são portadores da paixão, mas nem todos os portadores de paixão são mártires.

Portadores da paixão notáveis ​​incluem os irmãos Boris e Gleb[2] , bem como toda a Família Imperial da Rússia que foram executados pelo bolcheviques em 1918.

Referências

  1. Passion Bearer (em inglês). Church of the Mother of God. Página visitada em 27/06/2013.
  2. Santos Boris e Gleb, Principes. Paróquia Santa Zenáide. Página visitada em 27/06/2013.
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.