Portal:Anarquia/Calendário histórico/julho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Estes são os acontecimentos históricos selecionados para julho que aparecem no Portal da Anarquia. Os links "editar" servem para modificar as subpáginas que estão dispostas aqui como seções.

1 de julho

Mikhail Bakunin

Editar 1 de julho

2 de julho

Bandeira da Frente Sandinista de Libertação Nacional FSLN.
  • 1873 - Nasce Nella Giacomelli.
  • 1910 - Jean-Jacques Liabeuf é executado. O sapateiro francês guilhotinado resultou em manifestações massivas de processo iniciada por anarquistas. Gustave Hervé, o revolucionário socialista e editor do jornal A Guerra Social, foi condenado a quatro anos de prisão por simplesmente escrever artigos defendendo Liabeuf.
  • 1915 - Em Washington (Estados Unidos)Uma bomba colocada por Erich Muenter destrói a sala de recepção do Senado estadunidense.
  • 1926 - A polícia francesa anuncia que desbaratou uma conspiração para assassinar o rei da Espanha Alfonso XIII (em visita oficial a França), com a prisão dos anarquistas espanhóis Francisco Ascaso, Buenaventura Durruti & Gregorio Jover (em 25 de Junho). Neste dia o número 65 do jornal anarquista Libertaire é impedido de circular em Paris.
  • 1929 - Sandino parte da Nicaragua para o México em busca de auxílio para seus companheiros rebelados. No início da década de 1930 participa na cidade do México de greves organizadas pela IWW. Inspirado pelas manifestações retorna para fomentar a revolução na Nicaragua, adotando as cores vermelha e negra das bandeiras da IWW.
  • 2009 - O carro de Panayiotis Pikramenos, o presidente do conselho de estado grego, foi bombardeado com um dispositivo explosivo improvisado por pessoas não identificadas. A polícia suspeita que o ataque tenha sido organizado por anarquistas gregos.[2]

Editar 2 de julho

3 de julho

Portal:Anarquia/Calendário histórico/3 de julho

Editar 3 de julho

4 de julho

Élisée Reclus em 1905

Editar 4 de julho

5 de julho

Portal:Anarquia/Calendário histórico/5 de julho

Editar 5 de julho

6 de julho

Editar 6 de julho

7 de julho

Editar 7 de julho

8 de julho

Editar 8 de julho

9 de julho

Mollie Steimer


Editar 9 de julho

10 de julho

Camille Pissarro

Editar 10 de julho

11 de julho

François Ravachol

Editar 11 de julho

12 de julho

Henry David Thoreau

Editar 12 de julho

13 de julho

Marie Equi.jpg

Editar 13 de julho

14 de julho

Dois ludditas destroem uma máquina de tecidos na imagem de 1812
Buenaventura Durruti em 1936

Editar 14 de julho

15 de julho


Editar 15 de julho

16 de julho

Editar 16 de julho

17 de julho

São Paulo durante a Greve de 1917
Aviões De Havilland DH-4s utilizados pela marinha estadunidense para aterrorizar civis aliados de Sandino em Ocotal, Nicaragua.

Editar 17 de julho

18 de julho

Editar 18 de julho

19 de julho

Margaret Fuller

Editar 19 de julho

20 de julho

Editar 20 de julho

21 de julho

Editar 21 de julho

22 de julho

Errico Malatesta
  • 1756 - Na Philadelphia (Colônias Inglesas) é fundada a Associação Amigável pela Paz.
  • 1816 - Percy Bysshe Shelley registra-se no Mont Blanc hotel, definindo sua profissão (em grego) como "democrata, filantropo e ateu" e seu destino como "L'Enfer".
  • 1882 - Em Oliveira, Minas Gerais (Brasil) nasce José Oiticica (falecido em 1957). Advogado, estudante de medicina, professor de letras e literatura. Uma das figuras mais influentes do movimento anarquista brasileiro do início do século XX.
  • 1886 - Em San Francisco (Estados Unidos) o sindicato dos cervejeiros anuncia sua vitória. Com um mês de existência formado por trabalhadores alemães como forma de contraposição da jornada de trabalho de 16 a 18 horas. As cervejarias aceitam suprir o sindicato com cerveja livre, dão liberdade para os trabalhadores cervejeiros para viverem onde desejarem, jornada de 10 horas, seis dias semanais e um mural de recados. Até então os trabalhadores cervejeiros viviam geralmente dentro das próprias cervejarias.
  • 1912 - Na França morre Charles Ostyn (nascido em 1823). Ostyn foi communard e anarquista.
  • 1913 - Em Jura (Suíça) nasce André Bösiger. Anarquista membro da Liga de Ação de Batimento (LAB) e associado com Luigi Bertoni ("Réveil Anarchiste") e Lucien Tronchet.
  • 1914 - Morre Charles Maurin (nascido em 1856). Pintor, entalhador e anarquista francês.
  • 1918 - Em Lima (Peru) morre Manuel Gonzalez Prada (nascido em 1844). Escritor de destaque, poeta e intelectual anarquista.
  • 1920 - Em Santiago (Chile) a polícia invade o prédio da sede IWW. Em Valparaiso, policiais colocam bananas de dinamite no salão da filial da IWW e prendem a maior parte dos membros do IWW por terrorismo.
  • 1922 - Nos Estados Unidos o caso Sacco & Vanzetti vai a novo tribunal baseado na falta de credibilidade das testemunhas da promotoria, uma delas se apresenta com um nome falso.
  • 1927 - Em Bâle (Suíça) nasce Albert Meister (falecido em 1982). Escritor, anarquista e sociólogo. Escreveu diversos livros sobre as dificuldades do sindicalismo e da autogestão em países pobres.
  • 1932 - Em Roma (Itália) morre em prisão domiciliar um dos grandes teóricos do anarquismo, Errico Malatesta. Tal era o medo que inspirava ao governo fascista da época que após sua morte seu corpo foi enterrado numa vala anônima, como forma de impedir que após a morte Malatesta se transformasse em um símbolo libertário.
  • 1936 - André Malraux voa para a Espanha para comandar o Esquadrão Aéreo da Segunda República Espanhola. Voando ao todo 65 missões contra os fascistas.
  • 1960 - No Rio de Janeiro (Brasil) o Centro de Estudos José Oiticica é estabelecido formalmente. Fundado por 3 anarquistas após a morte de José Oiticica em 1957, o centro foi ativo por 12 anos até ser fechado a força pela ditadura militar. Promoveu inúmeros cursos e manifestações, e publicou cinco livros.

Editar 22 de julho

23 de julho

Max Nettlau

Editar 23 de julho

24 de julho

Nestor Makhno em 1918.

Editar 24 de julho

25 de julho

Kate Austin

Editar 25 de julho

26 de julho

Editar 26 de julho

27 de julho

Portal:Anarquia/Calendário histórico/27 de julho

Editar 27 de julho

28 de julho

Editar 28 de julho

29 de julho

O Assassinato de Humberto I por Gaetano Bresci
  • 1870 Na França nasce Paul Delesalle. Militante do anarquismo e sindicalista revolucionário falecido em 1948.
  • 1871 - Na Itália nasce Roberto Elia. Anarquista militante, e propagandista libertário nos Estados Unidos. Durante a caça aos vermelhos nos EUA, Elia foi preso sem mandado judicial, interrogado e torturado por 8 semanas a fio. Por fim misteriosamente "caiu" do décimo quarto andar dos escritórios do departamento de justiça em 3 de Maio de 1920.
  • 1895 - Em Londres (Inglaterra) o famoso geógrafo anarquista Elisée Reclus (1830-1905) realiza uma leitura pública no Instituto South Place de seu texto "No Anarquismo".
  • 1896 - Em Londres (Inglaterra) tem início o Congresso Internacional Anarquista depois que a ala marxista toma conta da Segunda Internacional (cujo início se deu no dia 27 último) excluindo anarquistas e socialistas anti-parlamentares.
  • 1900 - Na Suécia nasce Eyvind Johnson. Anarquista militante e escritor de romances sobre as classes trabalhadoras.
  • 1900 - Em Monza (Itália) o monarca italiano Umberto I é assassinado pelo alfaiate Gaetano Bresci com três tiros. Em justiça e vendeta contra o massacre de trabalhadores em uma manifestação em Milão em maio de 1898 onde centenas de trabalhadores famintos foram mortos. Pouco tempo antes em uma atitude absurda o insolente rei Umberto havia condecorado o General Bava Beccaris (responsável pela matança em Milão).
  • 1921 - Na Sicilia (Itália) nasce Maria Occhipinti. Anarco-pacifista e propagandista falecida em 1996.
  • 1923 - Manifestações internacionais contra a guerra acontecem em 23 países.
  • 1963 - Em Madrid (Espanha) Bombas explodem, uma destruindo parte do Prédio de Segurança Diretorial (DGS) - a polícia secreta de Franco símbolo de sua "máquina de tortura" - e outra na Delegação Nacional dos Sindicatos. Em duas semanas o governo fascista de Franco prende e executa os anarquistas Francisco Granados & Joaquín Delgado sem quaisquer provas de sua participação nos atentados.
  • 1968 - Em Seattle (USA) começam protestos violentos na área central da cidade depois que a polícia invade e destroi a sede local do Partido dos Panteras Negras. O líder pantera negra Aaron Dixon é preso por ter em sua posse uma maquina de escrever supostamente roubada. 69 pessoas são presas em protestos nos próximos três dias.
  • 1979 - Nos Estados Unidos morre Herbert Marcuse. Teórico da esquerda radical.
  • 1979 - Em Val-des-Prés (França) morre Emilie Carles (nascida em 1900). A Professora militante anarco-pacifista companheira de Jean Carles. Juntos converteram uma mansão em um hotel (Les Arcades) abrigando muitos anarquistas. Emilie relata sua vida e atividades em Une soupe aux herbes sauvages (1977; Uma sopa de ervas selvagens).
  • 1983 - Na cidade do México (México) morre Luis Buñuel. Diretor e produtor de cinema surrealista nascido em 1900. Buñuel ficou famoso por seu alto estilo pessoal e controversa obsessão pela injustiça social, excesso religiosa, crueldade gratuita, e erotismo.
  • 1997 - Em Berlin Alemanha os okupas Scharnweberstrasse 28, Rigaer Strasse 80, e Pfarrstrasse 88/Eisenbahner são esvaziados. Restão apenas 3 okupas na cidade: o Rigaer Strasse 83 (que logo seria legalizado), o Kinzigstrasse 25/27, e o Rigaer Strasse.
  • 2000 - Na Itália morre Goliardo Fiaschi, anti-fascista, guerrilheiro anarquista, propagandista e livreiro nascido em 1930. Seu caixão foi carregado pela cidade nos ombros de seus amigos, seguido de uma banda e anarquistas de toda a Itália carregando bandeiras negras e vermelhas.
  • 2004 - Em Boston (USA) 400 anarquistas da Bl(A)ck Tea Society enfrentam a polícia em protesto contra o governo Bush e as atitudes autoritarias do senador John Kerry.

Editar 29 de julho

30 de julho

Portal:Anarquia/Calendário histórico/30 de julho

Editar 30 de julho

31 de julho

Fábio Lopes dos Santos Luz

Editar 31 de julho