Portal:Cruzadas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo · Temas gerais · Resumo do conhecimento · Portais · Categorias · Anexos por tema · Glossários · Índice A-Z


PORTAL CRUZADAS

Introdução

Crusader siege of Antioch

As Cruzadas foram uma série de conflitos militares de caráter religioso travadas por grande parte da Europa cristã contra ameaças externas e internas; foram travadas contra os muçulmanos, eslavos pagãos, cristãos ortodoxos russos e gregos, mongóis, cátaros, hussitas, judeus e inimigos políticos dos papas. Os cruzados tomaram votos e tiveram a indulgência dos pecados passados​​.

As Cruzadas tiveram originalmente o objetivo de recapturar Jerusalém e a Terra Santa do domínio muçulmano e foram inicialmente lançadas em resposta a um apelo do Império Bizantino por ajuda contra a expansão dos turcos seljúcidas na Anatólia. O termo também é usado para descrever campanhas contemporâneas e posteriores realizadas em territórios fora do Levante normalmente contra os pagãos, os hereges e os povos sob a condenação de excomunhão devido a uma mistura de motivos religiosos, econômicos e políticos. As rivalidades entre as potências cristãs e muçulmanas também levaram a alianças entre facções religiosas contra os seus adversários, como a aliança cristã com o Sultanato de Rum durante a Quinta Cruzada.

As Cruzadas tiveram impactos políticos, econômicos e sociais de grande alcance, alguns dos quais duraram até os tempos contemporâneos. Devido a conflitos internos entre os reinos cristãos e as potências políticas, algumas das expedições cruzadas foram desviadas de sua finalidade original, como a Quarta Cruzada, que resultou no saque cristão de Constantinopla e a partição do Império Bizantino entre Veneza e os cruzados.


Artigo selecionado

Spanish reconquista.gif

A Reconquista (também referenciada como Conquista cristã) é a designação historiográfica para o movimento ibérico cristão com início no século VIII que visava à recuperação dos Ibéricos cristãos das terras perdidas para os invasores árabes durante a invasão muçulmana da península Ibérica.

Os Reinos Ibéricos eram monarquias feudais, era eficiente para combater incursões muçulmanas e razias mas dificultava o processo de Reconquista devido a desunião e as guerras feudais. A ocupação das terras conquistadas fazia-se com um cerimonial: cum cornu et albende de rege, isto é, com o toque das trombetas e o estandarte desfraldado.

A ideia de guerra santa, pela cruz cristã, só veio a surgir na época das Cruzadas (1096) e já em 1085, os Reinos Ibéricos já haviam reconquistado mais da metade da Península Ibérica. A reconquista de todo o território peninsular durou cerca de sete séculos, só ficando concluída em 1492 com a tomada do reino muçulmano de Granada pelos Reis Católicos.

Mais...

Imagem selecionada

BatalhaOurique.jpg

Pintura da Batalha de Ourique (1139) de Domingos Sequeira (1768-1837).


Você sabia

Biografia selecionada

Jaume I Palma.jpg

Jaime I, o Conquistador (em catalão: Jaume el Conqueridor, aragonês: Chaime lo Conqueridor, espanhol: Jaime el Conquistador, occitano: Jacme lo Conquistaire; 2 de fevereiro de 1208 - 27 de julho de 1276) foi o rei de Aragão, conde de Barcelona, ​​e Senhor de Montpellier entre 1213 a 1276. Seu longo reinado viu a expansão da Coroa de Aragão a todas as partes: em Valência, ao sul, Languedoc, ao norte, e nas ilhas Baleares, a leste. Por um tratado com Luís IX de França, tirou o condado de Barcelona da suserania nominal francesa e o integrou em sua coroa. Sua participação na Reconquista foi semelhante na Espanha Mediterrânea ao de seu contemporâneo Fernando III de Castela, na Andaluzia.

Como legislador e organizador, ocupa um lugar de destaque entre os reis espanhóis. Jaime compilou o Libre del Consulat de Mar, que rege o comércio marítimo, e ajudou a estabelecer a supremacia catalã no Mediterrâneo ocidental. Ele fez do catalão a língua oficial de seus domínios, patrocinou a literatura catalã e até escreveu uma crônica quase-autobiográfica do seu reinado: o Llibre dels fets.

Mais...


Categorias

Projetos

Swords.svg

Os temas referentes as Cruzadas estão no âmbito do Wikiprojeto História Militar, que tem por objetivo reunir os usuários que possuem interesse nos assuntos militares para melhorar a qualidade e padronizar os artigos e portais relacionados, além de criar novos que sejam fundamentais para a Wikipédia. Acesse a página do projeto e ajude a melhorar o conteúdo na área de sua preferência.


Portais relacionados

Wikimedia

Cruzadas no Wikinotícias     Cruzadas no Wikiquote     Cruzadas no Wikilivros     Cruzadas no Wikisource     Cruzadas no Wikcionário     Cruzadas na Wikiversidade     Cruzadas no Wikivoyage     Cruzadas no Commons
Notícias Citações Livros didáticos e manuais Biblioteca Definições Recursos de aprendizado Guias de viagem Imagens e mídia
//pt.wikinews.org/wiki/Special:Search/CruzadasWikinews-logo.png
//pt.wikiquote.org/wiki/Special:Search/CruzadasWikiquote-logo.svg
//pt.wikibooks.org/wiki/Special:Search/CruzadasWikibooks-logo.png
//pt.wikisource.org/wiki/Special:Search/CruzadasWikisource-logo.svg
//pt.wiktionary.org/wiki/Special:Search/CruzadasWiktionary-logo-en.svg
//pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/CruzadasWikiversity-logo.svg
//pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/CruzadasWikivoyage-Logo-v3-icon.svg
//pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Search/Commons:CruzadasCommons-logo.svg