Portal:Ipatinga/História

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Na década de 30 do século XX, José Feliciano Gomes desbravou uma área com o objetivo de atividade agrícola e pecuária. Como a Estrada de Ferro Vitória a Minas passava próxima a essas terras, seria um otimo ponto para negociar a produção. Pouco depois, a posse das terras foi cedida a José Cândido Meira, que se dedicou a um serviço de extração de madeira. Mas, as terras mudariam de mão uma vez mais. Estavam, agora, em mãos de Alberto Giovanni que daria o destino das terras para a criação de gado.

Vista parcial de Ipatinga no ano de 1930.

Em 1934, as terras foram compradas pela Companhia Belgo-Mineira para extração de madeira e fabricação de carvão vegetal para abastecer as usinas de Sabará e João Monlevade. Assim, o local passou a ser habitado por tropeiros e carvoeiros. Nessa época, já existia uma estação chamada Ipatinga próxima ao Rio Piracicaba, que servia à ferrovia que ligava Itabira a Vitória, no Estado do Espírito Santo. O distrito de Ipatinga, então pertencente ao município de Coronel Fabriciano, foi criado em 1953.

Rapidamente o núcleo urbano se desenvolveu-se e tornou independente do município de Coronel Fabriciano. A atividade siderúrgica atraía diversos tipos de negócios. No início da década de 60, os distritos de Ipatinga e Timóteo começaram uma campanha para emancipação política e administrativa. Em 1962, o projeto foi vetado pelo governo de Minas Gerais, tendo o apoio do Ministério da Indústria e Comércio. Em 29 de abril de 1964, os dois distritos conseguiram a emancipação.

Crystal 128 forward.png

Veja mais em História de Ipatinga