Portal:Palestina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo · Temas gerais · Resumo do conhecimento · Portais · Categorias · Anexos por tema · Glossários · Índice A-Z


Palestina

Flag of Palestine.svg
Coat of arms of Palestine.svg
Localização da Palestina.

A Palestina (em árabe: فلسطين, translit. Filasṭīn; em hebraico: פלשתינה; em grego: Παλαιστίνη, transl. Palaistinē, e em latim: Palæstina), é a denominação histórica dada pelo Império Britânico a uma região do Oriente Médio situada entre a costa oriental do Mediterrâneo e as margens do Rio Jordão. O seu estatuto político é disputado acesamente.

As primeiras reivindicações a respeito de um Estado árabe na região surge à década de 1920. Na sequência da Guerra da Palestina de 1948, os planos são frustrados, no entanto, ressurgiu anos 1960 com várias organizações cuja principal é a Organização para a Libertação da Palestina. O Estado da Palestina foi proclamado em 15 de novembro de 1988 pelo Conselho Nacional Palestino, o órgão legislativo da Organização para a Libertação da Palestina, em Argel, por uma votação de 253-46, com 10 abstenções. A declaração invocou o Tratado de Lausanne (1923) e a Resolução 181 da Assembléia Geral da ONU em apoio à sua reivindicação de um "Estado da Palestina em nosso território palestino com sua capital em Jerusalém". Se tornou o mais diplomaticamente bem sucedido de uma série de esforços para criar um Estado palestino, apesar do fato de o Estado da Palestina não ter controle sobre todo o território na época, não cumprindo a exigência típica de um estado autônomo - estar na posse de território soberano. Em 13 de setembro de 1993, os Acordos de Oslo reconhecem a Autoridade Palestina como representante dos habitantes árabes da Cisjordânia e da Faixa de Gaza. Eles previam a atribuição gradual de autonomia para os palestinos e deveria levar à proclamação de um Estado palestino independente. Atualmente, a Autoridade Nacional Palestina, juntamente com a União Europeia e a Liga Árabe, vislumbram a criação de um Estado da Palestina incluindo a totalidade ou parte da Cisjordânia, a Faixa de Gaza e Jerusalém Oriental, sob um governo democraticamente eleito e transparente.

A nação palestina tem 10 milhões de pessoas, incluindo 3,7 milhões vivem na Cisjordânia, Gaza e Jerusalém Oriental, 2,6 milhões na Jordânia, 1,2 milhões em Israel, 500.000 nas Américas, cerca de 450 000 no Líbano, enquanto que o restante estão espalhados por todo o mundo árabe. Mais de 4 milhões estão na condição de refugiados, após o êxodo palestino de 1948 e a Guerra dos Seis Dias. A população palestina é em grande parte muçulmana sunita e possui minorias cristãs, com uma pequena comunidade de samaritanos.


Mostrar novas seleções

Artigo destacado

Mapa dos Territórios Palestinos e da porção central de Israel (situação de 2007). 31° 53′ N 35° 12′ E

Os Territórios Palestinianos compreendem três regiões não contíguas - a Cisjordânia, a Faixa de Gaza e Jerusalém Oriental. Após a extinção do Mandato Britânico da Palestina, esses territórios foram capturados e ocupados pela Jordânia e pelo Egito durante a Guerra árabe-israelense de 1948. Durante a Guerra dos seis dias (1967), foram ocupados por Israel.

A Autoridade Nacional Palestina (ANP) considera Jerusalém Oriental como parte da Cisjordânia e, portanto, com parte dos Territórios Palestinos, enquanto o governo israelense considera que seja parte do Estado de Israel. Em 1980, Israel anexou Jerusalém Oriental, retirando-a da Cisjordânia, mas o Conselho de Segurança da ONU, conforme a sua Resolução 478, considera nula tal anexação, afirmando tratar-se de uma violação da lei internacional.

Após a assinatura dos Acordos de Oslo, em 1993, porções dos territórios palestinianos têm sido governadas, em diferentes graus, pela Autoridade Palestiniana. Israel não considera que Jerusalém Oriental e a anterior terra de ninguém Israelo-Jordana (a primeira anexada em 1980 e a segunda em 1967) façam parte da Cisjordânia. Israel alega que ambas estão sob controlo total israelita, em oposição a 58% da Cisjordânia definida por Israel, que é governada pela Administração Civil Israelita da Judeia e Samaria. Isto não foi reconhecido por nenhum outro país, uma vez que as anexações unilaterais estão proibidas pelas leis e costumes internacionais.



Biografia

ArafatEconomicForum.jpg

Mohammed Yasser Abdel Rahman Abdel Raouf Arafat al-Qudwa al-Husseini (em árabe: محمد ياسر عبد الرحمن عبد الرؤوف عرفات القدوة الحسيني‎; 24 de agosto de 1929 - 11 de novembro de 2004), popularmente conhecido como Yasser Arafat (em árabe: ياسر عرفات) ou por sua Kunya Abu Ammar (em árabe: أبو عمار, 'Abū `Ammār) foi um líder palestino. Ele era presidente da Organização para Libertação da Palestina (OLP), presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), e líder do partido político Fatah e antigo grupo paramilitar, que ele fundou em 1959. Arafat passou grande parte da sua vida lutando contra Israel em nome da autodeterminação palestina. Originalmente contrário à existência de Israel, modificou a sua posição em 1988, quando aceitou a Resolução 242 do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Arafat e seu movimento operaram a partir de vários países árabes. No final dos anos 1960 e início de 1970, o Fatah se defrontou com a Jordânia em uma breve guerra civil. Forçado a sair da Jordânia e deslocar-se para o Líbano, Arafat e a Fatah foram alvos principais das invasões desse país Israel entre 1978 e 1982.

Arafat continua sendo uma figura altamente controversa cujo legado tem sido amplamente contestado. Ele foi "reverenciado por muitos árabes", e a maioria dos palestinos, independentemente da ideologia política ou facção, vendo-o como um combatente pela liberdade que simbolizava as suas aspirações nacionais. No entanto, também foi criticado, principalmente por muitos israelenses, que o viam como um responsável de terrorismo por centenas de atentados e mortes. Os críticos acusam Arafat de corrupção em massa, secretamente acumulando uma fortuna pessoal estimada em US $ 1,3 bilhões até 2002, apesar das condições econômicas degradantes dos palestinos.

No final de 2004, depois de efetivamente ser confinado dentro de seu composto em Ramallah por mais de dois anos pelo exército israelense, Arafat ficou doente, entrou em coma e morreu em 11 de novembro de 2004, na idade de 75 anos. A causa de sua doença é contestada.



Mapa

Mapa comparando as fronteiras do plano de partição de 1947 e o armistício de 1949.

Fronteiras definidas no plano de partilha da ONU de 1947:

  Área destinada para um Estado judeu;
    Área destinada para um Estado árabe;
    Corpus separatum de Jerusalém (nem judeu, nem árabe).

Linhas de demarcação do armistício israelo-árabe de 1949:
    territórios árabes de 1949 a 1967 (ocupado pelo Egito em fevereiro de 1949/Jordânia em abril de 1949);
      ocupado por Israel nas linhas do armistício de 1949.


Imagem selecionada

Sabia que?

... que a Mesquita de al-Aqsa, construída no século VII, é o terceiro local mais sagrado no Islã?

... que a indústria de vidro de Hebron remonta a pelo menos o século XVIII?

... que Antonio Saca, que foi presidente de El Salvador, é de ascendência palestina?

... que em Jerusalém, a Mesquita de al-Aqsa e a Igreja do Santo Sepulcro, são os locais mais sagrados no cristianismo e no judaísmo e o terceiro mais sagrado no Islã?

... que os refugiados palestinos constituem aproximadamente metade de toda a população palestina?

... que Nablus, no norte da Cisjordânia, é o lar do famoso kanafeh doce?

... que a Palestina foi assim nomeada como uma retaliação romana para a rebelião judaica? Foi anteriormente conhecida como Judeia, a região costeira também foi chamada de "terra dos filisteus" e, antes disso - "terra de Canaã". Hoje, a região também é conhecida como a Terra Santa, terra prometida, e Terra de Israel.


Categorias

Tarefas

Por onde começar...


Coisas a fazer:

Criar, melhorar e expandir artigos, categorias e predefinições, além de carregar imagens e mapas no Wikimedia Commons relacionados com a Palestina.


Artigos para desenvolver:

  • Outros artigos:

Artigos para revisar/reciclar:


Artigos para sofrerem fusão: Observação importante: Após fazer a fusão, favor riscar o nome da lista acima usando <s> e </s>.


Artigos para traduzir: Observação importante: Após fazer a fusão, favor riscar o nome da lista acima usando <s> e </s>.


Predefinições a traduzir/completar: Observação importante: Ao criar novos artigos procure criar todos os possíveis redirecionamentos.


Temas

UN Partition Plan For Palestine 1947.png

Conflito israelo-palestino
Conflito israelo-palestino   • Grande Revolta Árabe na Palestina   • violência política sionista   • Plano de Partição da Palestina   • Guerra da Palestina de 1948   • Guerra Civil do Líbano   • Intifada   • Violência política palestina   • violência política israelense   • Direito de retorno dos refugiados palestinos   • Boicote, desinvestimento e sançõesTribunal Russell sobre a Palestina

Palestine stamp.jpg

História geral da Palestina
Reino de Israel   • Reino de Judá   • Reino de Jerusalém   • Canaã   • Judeia   • Samaria   • Acordo Sykes-Picot   • Declaração de Balfour   • Plano de Partição da Palestina

MahmoudDarwish.jpg

Cultura palestina
Cultura da Palestina   • Naji al-Ali   • Edward Said   • Ibrahim Abou Loughod   • Hany Abu-Assad   • Fadwa Touqan   • Mahmoud Darwish   • Michel Khleifi   • Sahar Khalifa   • Émile Habibi   • Khalil Sakakini   • DAM   • Le Trio Joubran   • DARG TeaM

Security Fence and settlement.jpg

Geografia da Palestina
Muro de separação israelense   • Plano de Partição da Palestina   • Cisjordânia   • Faixa de Gaza   • Colônias israelenses   • Territórios ocupados por Israel   • Jerusalém   • Jerusalém Oriental

Coat of arms of Palestine.svg

Política palestina
Yasser Arafat   • OLP   • Autoridade Palestina   • Fatah   • Hamas   • Mahmoud Abbas   • Ismail Haniya   • Eleições parlamentares na Palestina em 2006   • Conselho Legislativo da Palestina   • Conselho Nacional Palestino   • Governadoratos da Autoridade Palestina   • Samiha Khalil

Bill Clinton, Yitzhak Rabin, Yasser Arafat at the White House 1993-09-13.jpg

Processo de Paz
Acordos de Camp David   • Cúpula de Camp David de 2000   • Acordos de Oslo   • Cúpula de Taba   • Roteiro para a paz   • Memorando de Wye River   • Acordo de Genebra   • Solução de dois Estados

Old city of Jerusalem.jpg

Religião
Igreja da Natividade   • Mesquita de Al-Aqsa   • Basílica da Anunciação   • Monte do Templo   • Domo da Rocha   • Igreja Ortodoxa de Jerusalém

Flag of Palestine.svg

Questão Palestina
Estado da Palestina   • Nakba   • Refugiados palestinos   • Izz al-Din al-Qassam   • Abd al-Qader al-Husseini   • Jihad al-Muqadas

Portais relacionados

Wikimedia

Palestina no Wikinotícias     Palestina no Wikiquote     Palestina no Wikilivros     Palestina no Wikisource     Palestina no Wikcionário     Palestina na Wikiversidade     Palestina no Wikivoyage     Palestina no Commons
Notícias Citações Livros didáticos e manuais Biblioteca Definições Recursos de aprendizado Guias de viagem Imagens e mídia
//pt.wikinews.org/wiki/Special:Search/PalestinaWikinews-logo.png
//pt.wikiquote.org/wiki/Special:Search/PalestinaWikiquote-logo.svg
//pt.wikibooks.org/wiki/Special:Search/PalestinaWikibooks-logo.png
//pt.wikisource.org/wiki/Special:Search/PalestinaWikisource-logo.svg
//pt.wiktionary.org/wiki/Special:Search/PalestinaWiktionary-logo-en.svg
//pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/PalestinaWikiversity-logo.svg
//pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/PalestinaWikivoyage-Logo-v3-icon.svg
//pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Search/Commons:PalestinaCommons-logo.svg