Portfolio (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portfolio
Álbum de estúdio de Grace Jones
Lançamento 1977
Gênero(s) disco music
Duração 36:59
Idioma(s) inglês
Formato(s) LP, CD e K7
Gravadora(s) Island Records
Cronologia de Grace Jones
Último
Último
Fame
(1978)
Próximo
Próximo
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 2 de 5 estrelas.Star full.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg[1]
Robert Christgau C+[2]

Portfolio é o primeiro álbum de estúdio da cantora jamaicana-americana Grace Jones. Foi lançado em 1977, pelo selo Island Records. O disco, é o primeiro da trilogia de álbuns lançados pela cantora em seu período disco.

Após o grande sucesso que obteve na carreira de modelo em Paris e Nova York no início dos anos 70,Grace lançou uma série de singles entre 1975 e 1976. Nenhum deles no entanto obteve sucesso. Jones assinou um contrato discográfico com a Island Records em 1977 e conseguiu relativo sucesso com seu álbum debut: Portfolio.

O álbum foi gravado e mixado no "Sigma Sound Studios" na Filadélfia e lançado no outono de 1977 como o primeiro de três álbuns feitos pelo lendário produtor de disco music: Tom Moulton. O lado A do vinil original é um contínuo medley de disc music,com cover de três músicas de musicais da Broadway: "Send in the Clowns" de Stephen Sondheim do musical A Little Night Music; "What I Did for Love" do musical A Chorus Line e "Tomorrow" do musical Annie. O lado B abre com um cover totalmente diferente da canção "La Vie en rose" de Édith Piaf e segue com três faixas inéditas, duas dela co-escritas pela própria Grace.

A versão italiana do disco omitiu "Sorry" e "That's the Trouble" e adicionou uma versão extended de mais de 7 minutos de "I Need A Man". A arte do álbum foi feita por Richard Bernstein,um artista da revista Interview,que também faria o design dos dois próximos álbuns de Grace,bem como a do seu álbum Inside Story de 1986.

Portfolio atingiu o número 52 na Black Albums Chart e número 109 no Hot 200 da Billboard. O álbum obteve melhor posição na Europa,atingindo o top 10 na Itália no início de 1978 e nos Países Baixos em 1983.

O álbum rendeu três singles que estouraram nas paradas dance do mundo todo, o primeiro single "I Need a Man" lançado em 1975, o single duplo That's the Trouble/Sorry lançado em 1976 e "La Vie en Rose" lançado em 1977, que fez um imenso sucesso no mundo todo transformando-se em um clássico.

Segundo a revista portuguesa Musica & Som, o álbum Portfolio foi o 10º álbum mais vendido de 1978 em Portugal.[3]

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Send in the Clowns" (Stephen Sondheim) - 7:33
  2. "What I Did For Love" (Marvin Hamlisch, E. Kleban) - 5:15
  3. "Tomorrow" (Martin Charnin, Charles Strouse) - 5:48
  4. "La Vie en Rose" (Édith Piaf, Louis Gugliemi) - 7:27
  5. "Sorry" (Grace Jones, Pierre Papadiamondis) - 3:58
  6. "That's the Trouble" (Jones, Papadiamondis) - 3:36
  7. "I Need a Man" (Papadiamondis, Paul Slade) - 3:23

Chart performance[editar | editar código-fonte]

Chart Peak
position
Itália[4] 9
Países Baixos[5] 8
Suécia[6] 22
Estados Unidos[7] 109
Estados Unidos (Top R&B Albums)[7] 52

Singles[editar | editar código-fonte]


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Andrew Hamilton. Portfolio - Grace Jones. www.allmusic.com. Página visitada em 2006-12-28.
  2. Robert Christgau. Robert Christgau: CG: grace jones. www.robertchristgau.com. Página visitada em 2012-04-12.
  3. Scan da matéria sobre Portfolio em Portugal.. Página visitada em 9 de Setembro de 2012.
  4. Hit Parade Italia - ALBUM 1978 (em italian). www.hitparadeitalia.it. Página visitada em 2012-04-21.
  5. Discografie Grace Jones (em dutch). www.dutchcharts.nl. Página visitada em 2009-10-15.
  6. Discography Grace Jones. swedishcharts.com. Página visitada em 2009-11-10.
  7. a b Grace Jones. Allmusic. Página visitada em 2009-11-11.