Posição de Philidor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo usa a notação algébrica para descrever os movimentos do xadrez.

A Posição de Philidor se refere a um importante estudo de finais em partidas de xadrez que ilustram uma técnica de empate, quando o defensor tem o Rei e uma torre contra o Rei, uma torre e um peão adversários. Também é conhecida como Defesa da Terceira Fila, por causa da importância da torre na terceira fila (linha) impedindo o avanço do Rei adversário. Este estudo foi desenvolvido por François-André Danican Philidor em 1777.

Posição de Philidor, torre e peão contra torre[editar | editar código-fonte]

Posição de Philidor, 1777
Começo de um tabuleiro de xadrez. a b c d e f g h
8 8
7 7
6 6
5 5
4 peão preto em e4 rei preto em f4 4
3 torre branca em a3 3
2 torre preta em h2 2
1 rei branco em e1 1
a b c d e f g h Fim do tabuleiro de xadrez.
Brancas se defendem e empatam.

O diagrama mostra um exemplo da posição de Philidor. As características importantes da posição, do ponto de vista do defensor, são:

  • O Rei defensor (Branco neste exemplo) está na casa de promoção, ou numa adjacente do peão adversário.
  • O Peão adversário pode estar em qualquer coluna mas não deve ter alcançado a terceira fileira do defensor (a sexta, do ponto de vista do adversário).
  • O Rei adversário está além da terceira fileira.
  • A Torre defensora está na terceira fileira, impedindo o avanço do Rei adversário a esta fileira.

As Pretas tentarão mover o Rei para a casa e3 ameaçando o mate com a torre forçando o afastamento do Rei Branco da casa de promoção do Peão em e1. A Torre branca evita isto. Se as Pretas aplicarem um xeque ao Rei, as brancas simplesmente alternam o Rei entre as casas e1 e e2. Se as Pretas oferecerem uma troca de torres, as Brancas devem aceitar, uma vez que o resultado de um final de Peão e Rei é um empate (veja:Rei e Peão contra Rei em finais).

Então, a única chance progresso para as Pretas é o avanco do peão para a terceira fila. A estratégia do defensor é manter a torre nesta fileira até o Peão ser avançado, e então aplicar sucessivos xeques ao Rei por trás. Uma possível continuação seria:

1. ... Tb2
2. Tc3 Ta2
3. Tb3 e3

As Pretas planejam jogar Rf3, e não havendo oposição, aplicar o xeque-mate com a Torre ou o Peão avançado. As Brancas então jogam:

4. Tb8!

Como agora o Rei preto não pode se mover para e3, é seguro para a torre se mover para o fundo do tabuleiro (a sétima ou oitava fila do defensor). Note que 4.Tb4+ (??) perde imediatamente para 4...Rf3 com as Pretas vencendo ou forçando a troca de Torres seguida por Rf2 e a promoção do peão.

4. ... Rf3
5. Tf8+ Re4
6. Te8+

Agora o Rei preto não pode se defender do xeque sem se afastar do Peão, ou se aproximar da Torre:

6. ... Rf4
7. Tf8+ Re5
8. Te8+

A Torre defensora precisa estar na sétima ou oitava fila para esta defesa funcionar.

Dama versus Torre[editar | editar código-fonte]

Philidor, 1777
Começo de um tabuleiro de xadrez. a b c d e f g h
8 rei preto em b8 8
7 torre preta em b7 7
6 rei branco em c6 6
5 dama branca em a5 5
4 4
3 3
2 2
1 1
a b c d e f g h Fim do tabuleiro de xadrez.
Brancas vencem com qualquer lado jogando

Se as Pretas jogam, elas rapidamente perdem a Torre com um garfo ou até mesmo o jogo com ...Rc8. Por exemplo,

1. ... Tb1
2. Dd8+ Ra7
3. Dd4+ Ra8
4. Dh8+ Ra7
5. Dh7+

Se as Brancas jogam, elas deverão passar a vez as Pretas mantendo sua posição. Isto pode ser facilmente conseguido com uma triangulação característica do xadrez:

1. De5+ Ra8
2. Da1+ Rb8
3. Da5

A posição permanece a mesma mas a vez de jogar é das Pretas (e é um Zugzwang)

Torre e bispo contra torre[editar | editar código-fonte]

Chess kll45.svg Chess rll45.svg Chess bll45.svg Chess kdl45.svg Chess rdl45.svg
Philidor, 1749
Começo de um tabuleiro de xadrez. a b c d e f g h
8 rei preto em d8 8
7 torre branca em f7 7
6 rei branco em d6 6
5 bispo branco em d5 5
4 4
3 3
2 torre preta em e2 2
1 1
a b c d e f g h Fim do tabuleiro de xadrez.
Branca joga e vence (Xeque-mate em 19 lances).

Outra posição estudada e nomeada de Philidor é um final de torre e bispo contra torre (diagrama). A branca vence porque o seu rei alcançou a sexta linha e o rei preto não está bem posicionado (o rei branco lhe faz oposição) [1] . Se esse tipo de posição ocorre, é em virtude de um plano estratégico de defesa equivocado. No entanto, não se trata de uma vitória fácil de ser consumada [2] .


Referências

  1. Howell, 1997, pp. 148–50
  2. Nunn, 2007, p. 163


Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]