Potência de Planck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A energia de Planck dividida pelo tempo de Planck é a potência de Planck, igual a aproximadamente 3,62831 × 1052 W. Esta é uma unidade impraticavelmente grande; tanto que erupções de raios gama, os fenômenos mais luminosos conhecidos, têm emissões na ordem de 1 × 1045 W, menos que um décimo-milionésimo da potência de Planck.

Em termos das constantes fundamentais da física, é dada por

Potência de Planck = \frac{c^5}{G}.

Afirma-se que excedendo 1/4 da potência de Planck irá se produzir um horizonte de eventos pelas consequências da relatividade geral. Esta questão é levantada por pesquisadores que tratam a energia escura como sendo uma radiação Hawking de um "horizonte de evento cósmico".1

São construídas teorizações utilizando a relatividade geral sobre alternativas à moderna teoria do Big Bang, considerando que uma fonte de matéria-energia com a potência de Planck produziria o universo visível. Estas teorizações são relacionadas com a teoria alternativa em cosmologia CEQE.2

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Jae-Weon Lee, Hyeong-Chan Kim, Jungjai Lee; Is dark energy from cosmic Hawking radiation? - arxiv.org (em inglês)
  2. Serge F. Timashev; The Planck energy-mass source as an alternative to the Big Bang - arxiv.org (em inglês)
Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.