Potenciais de eventos relacionados

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pessoa com EEG
Eeg raw.svg

Potenciais de eventos relacionados (PER) (em inglês: Event-related potential, ERP) é uma análise que permite identificar a actividade cerebral específica quando o individuo é exposto a determinados estímulos (internos ou externos).

A atividade é medida por eletroencefalografia (EEG).[1]

Tipos[editar | editar código-fonte]

  • Potenciais Evocados Sensoriais (PES) - medida de estímulos visuais, auditivos, olfactivos ou somatológicos
  • Potenciais Motores (PM) - medida de movimentos voluntários
  • Potenciais de Longa Mora (PLM) - atividades PER no intervalo de 250 a 550 milissegundos.
  • Potenciais de Mudanças Continuadas (PMC) - medida da reação depois de a pessoa ter recebido um sinal de aviso[1]

Uso[editar | editar código-fonte]

A análise é usada, entre outros, na psicofísica, psicolinguística, psicologia clínica, psiquiatria e ciência cognitiva.

Referências

  1. a b Psicofisiologia: A relação corpo e mente, acessado em 9 de julho de 2009

Ligações externas[editar | editar código-fonte]