Potencial de redução

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Potencial eletroquímico , potencial de redução, potencial redox, potencial de oxidação/redução, potencial de eletrodo ou ORP (Oxidation Reduction Potential) é a espontaneidade, ou a tendência de uma espécie química adquirir elétrons e, desse modo, ser reduzido. Cada espécie tem seu potencial intrínseco de redução.

Em Bioquímica, é frequentemente referido como potencial de meia onda por corresponder ao ponto em que metade das espécies se encontra reduzida.

Para se obter potenciais de eletrodos se atribui um valor arbitrário a um deles, que se toma como referência. Os demais são medidos verificando-se a diferença de potencial que adquirem quando ligados ao eletrodo de referência. O sinal depende do sentido em que ocorre a reação do eletrodo. Por convenção, os potenciais de eletrodo se referem a semi-reação de redução. O potencial é considerado positivo quando a reação que ocorre no eletrodo ( em relação ao de referência ) é a redução, e negativo quando é a oxidação. O eletrodo mais comum que se toma como referência para tabular os potenciais de eletrodo é o par H+(aqu., 1M)/H2 (1 atm), que se denomina eletrodo de referência ou normal de hidrogênio, o qual possui valor = 0 Volt.

Exemplos de potenciais padrões
Oxidante E0 (V) Redutor
F2 +2.87 F-
S2 +2.10 SO42-
MnO4- +1.69 MnO2
MnO4- +1.51 Mn2+
Au3+ +1.50 Au
PbO2 +1.45 Pb2+
Cl2 (aq) +1.39 Cl-
Cr2O72- +1.33 Cr3+
O2 (g) +1.23 H2O
Br2 +1.07 Br-
NO3- +0.96 NO(g)
Ag+ +0.80 Ag
Fe3+ +0.77 Fe2+
I2 (aq) +0.62 I-
Cu2+ +0.34 Cu
CH3CHO +0.19 CH3CH2OH
SO42- +0.17 SO2
S4O62- +0.09 S2O32-
H3O+ 0.00 H2 (g)
CH3CO2H -0.12 CH3CHO
Pb2+ -0.13 Pb
Sn2+ -0.14 Sn
Ni2+ -0.23 Ni
Cd2+ -0.40 Cd
Fe2+ -0.44 Fe
Zn2+ -0.76 Zn
Al3+ -1.66 Al
Mg2+ -2.37 Mg
Na+ -2.71 Na
Ba2+ -2.90 Ba
K+ -2.92 K
Li+ -3.02 Li

Medidas de Potencial de Redução[editar | editar código-fonte]

O potencial de redução é uma medida da tendência da espécies químicas de adquirir elétrons e portanto, serem reduzidas. O valor é medido em volts (V) ou milivolts (mV). Cada espécie possui um potencial redox intrínseco, quanto mais positivo for esse valor maior a tendência da espécie para adquirir elétrons e ser reduzida.

Em soluções aquosas, o potencial de redução é uma medida do tendencia da solução de ganhar ou perder elétrons com a inserção de novas espécies. Uma solução com potencial de redução maior que o das novas espécies a serem inseridas apresenta uma tendencia a ganhar elétrons das novas espécies.

A medida de potencial de redução é sempre realizada em relação a um eletrodo de referencia. Os eletrodos combinados de ORP já possuem internamente um eletrodo de referencia, sendo que atualmente o mais utilizado é o Ag/AgCl. [1]

O eletrodo padrão de hidrogênio (SHE – standard hydrogen electrode) foi escolhido arbitrariamente para ser 0 mV. Assim, as tabelas de potencial de redução são todas construídas tendo como referencia o eletrodo padrão de hidrogênio. Porém, como é muito difícil utilizar esse tipo de eletrodo em laboratórios, normalmente são utilizados os eletrodos Ag/AgCl ou de calomelano como referencia (SCE – saturated calomel electrode). Atualmente o Ag/AgCl é o mais utilizado.

Para realizar a correção dos valores de ORP para que os valores sejam dados em relação ao eletrodo de hidrogênio, é preciso usar dados de potencial de redução tabelados em relação a temperatura e a concentração de KCl.[2]

Assim, se a leitura de ORP foi realizada e obteve-se um valor de 100 mV tendo como referencia um eletrodo Ag/AgCl utilizando uma solução saturada de KCl a 30°C, deve ser somado 194 mV ao valor medido.

Eh = Eobs + Eref

Eh = 100 mV + 194 mV = 294 mV

Como a maioria das vendas de medidores de potencial são para a industria, normalmente é suficiente reportar os valores de ORP em relação ao eletrodo Ag/AgCl e não são realizadas correções. Dessa forma, inclusive a solução padrão redox utilizada, denominada solução Zobell ( KCl + K3[Fe(CN)6] + K4[Fe(CN)6].3H2O) tem o seu valor de potencial de redução estimado em relação ao eletrodo Ag/AgCl em ~228mV. Em relação ao eletrodo de hidrogênio, a concentração estimada dessa solução é ~430 mV. [3]


A medição de ORP é muito utilizada em processos industriais, em tratamento d'água e em laboratórios. Uma grande aplicação para esta tecnologia é o controle de cloro na água potável, industrial, de torres de resfriamento ou de efluentes.

Observação[editar | editar código-fonte]

O termo potencial de oxidação foi eliminado pela IUPAC. Em seu lugar passou a ser usada a expressão potencial de redução.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]