Potencial pós-sináptico excitatório

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em neurociência, um potencial pós-sinaptico excitatório é um aumento temporária do potencial de membrana pós-sináptico causado por um fluxo de ions positivos para dentro da célula pós-sináptica. É o oposto do potencial pós-sináptico inibitório, causado por um influxo de ions negativos para dentro da célula.

O potencial pós-sinaptico excitatório (PPSE) ocorre quando o potencial de ação rompe vesículas contendo neurotransmissores excitatórios no botão sinaptico, que se ligam aos seus receptores na membrana pós-sináptica fazendo com que ocorra o influxo de Na+ ate atingir o seu limiar de -45mV, isto é, 20 milivolts mais positivo que o potencial neuronal de repouso de -65 milivolts.

Obs: o PPSE é atingido com a descarga simultânea de muitas terminações, cerca de 40 a 80, ao mesmo tempo ou em rápida sucessão. Isso ocorre pelo processo chamado de somação.

Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.