Povoamento humano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Taos Pueblo, antigo povoamento de índios tao, nativos da América do Norte[1] . Tem cerca de mil anos e situa-se a menos de dois quilómetros da cidade moderna de Taos, Novo México.

Povoamento humano, por vezes referido como assentamento, é um termo genérico utilizado em arqueologia, geografia, urbanismo e em várias disciplinas que se ocupam do estudo de comunidades, temporárias ou permanentes, em que vivem pessoas, independentemente da sua dimensão ou importância populacional[2]

Um povoamento pode assim albergar tanto um pequeno número de habitações agrupadas num reduzido espaço, lugares, aldeias ou vilas[3] [4] [5] , como vastas áreas urbanizadas, as cidades[6] [7] .

Num sentido tradicional, um povoamento inclui bens urbanos como caminhos, estradas, ruas, recintos, campos, lagos, poços, moinhos, igrejas, etc[8] . Pode ainda ser ordenado por fatores definindo uma hierarquia de povoamento, como as megacidades ou as cidades globais. A história da paisagem ocupa-se com os estudos que a morfologia [9] dos povoamentos, tanto em zonas dispersas como concentradas[10] .

Referências

Artigos relacionados[editar | editar código-fonte]




Ícone de esboço Este artigo sobre terminologia geográfica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.