Pow Wow Smith

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pow Wow Smith
Comic image missing-pt.png
País de origem  Estados Unidos
Língua de origem Inglês
Editor DC Comics
Primeira edição 1949
Género(s) Faroeste
Autor Don Cameron
Desenho Carmine Infantino
Título em português Lobo Cinzento
Indian Smith, o xerife índio
Editor nacional DC Comics

Ohiyesa "Pow Wow" Smith é um personagem de quadrinhos de faroeste estadunidense, publicados pela DC Comics. Criado por Don Cameron e Carmine Infantino, surgiu a primeira vez na revista Detective Comics número 151 de setembro de 1949. Foi o único personagem do Velho Oeste a protagonizar aventuras nessa revista. Ele é um índio Sioux que mantinha amizade com os homens brancos, estudou em escolas deles e quando cresceu se tornou xerife na pequena cidade de Elkhorn, ganhando reputação de um mestre detetive. Seu nome nativo é Ohiyesa, traduzido para "O Vencedor". O apelido de "pow wow" lhe foi dado pelos brancos quando ainda era criança e acabou aceitando ser chamado assim por eles. A história do personagem é inspirada no vulto real do Oeste americano "Ohiyesa", que adotou o nome de Charles Eastman ao estudar nas escolas dos homens brancos e se formar médico. No Brasil, a origem do personagem foi publicada na revista Superman número 28 de fevereiro de 1950 (da Ebal), quando então foi chamado de "Lobo Cinzento". Em aventuras da década de 1970 ele foi chamado de "Indian Smith, o xerife índio" [1] .

Nas primeiras aventuras, Pow Wow Smith aparecia como um personagem de faroeste contemporâneo. Mais tarde ele foi reambientado para o século XIX, passando a ser considerado um ancestral do herói original. Desde então Pow Wow figura como um herói histórico no Universo DC, encontrando outros personagens, geralmente em aventuras de viagens no tempo.

História da publicação[editar | editar código-fonte]

Depois de sua estreia em Detective Comics número 151, Pow Wow Smith apareceu regularmente por quatro anos nessa revista. Depois se tornou o principal herói de Western Comics, que durou até 1961. Muita da arte com o personagem em Detective foi de Leonard Starr. Quando Smith foi fixado em Western Comics, o desenhista original Carmine Infantino retornou. As aventuras eram escritas por France Herron e Gardner Fox.

Smith também estrelou a nova série da revista All-Star Western, surgida em setembro de 1970 [2] .

Biografia ficcional[editar | editar código-fonte]

Ohiyesa deixou sua tribo que habitava o Vale do Alce Vermelho (primeira tradução da Ebal para o original em inglês Red Deer Valley) para aprender mais sobre o mundo do homem branco. Ele se tornou bastante habilidoso com os revólveres e trabalhou como auxiliar e, depois, xerife de Elkhorn. Seu auxiliar era Hank Brown. Como xerife, Pow Wow passava a maior parte do tempo em Elkhorn, retornando poucas vezes para a tribo.

Durante a maior parte das aventuras, a namorada (e mais tarde noiva) de Pow Wow foi a nativa Fleetfoot, filha do Chefe Thundercloud. Fleetfloot ajudou Pow Wow em muitas aventuras.

Delegado Federal Pow Wow Smith[editar | editar código-fonte]

O delegado federal Ohiyesa Smith, descendente contemporâneo do original Pow Wow Smith, apareceu em 1997 na revista Robin Annual número 6, um pastiche de faroeste que também mostrou a estreia do caubói Nighthawk (Hannibal Hawkes) nas aventuras modernas da DC Comics. Este Ohiyesa se matriculou numa faculdade do Leste, depois retornou até o Vale do Alce Vermelho para modernizar a tribo. Como delegado federal, assumiu o nome de Pow Wow Smith, mas continuou a morar no Vale. O contemporâneo Pow Wow Smith trabalha com Robin e outros heróis para deterem os também contemporâneos Gêmeos do Gatilho, que, ao contrário de seus ancestrais do século XIX, são criminosos homicidas. A maior parte da história se passa num parque turístico de uma antiga cidade do Oeste, localizada próxima a Gotham City.[3]

Adaptações[editar | editar código-fonte]

Smith apareceu num episódio de viagem no tempo do desenho animado Justice League Unlimited, "The Once and Future Thing", como o xerife de uma cidade do Velho Oeste. Ele foi expulso da cidade por Tobias Manning (Terra Man) que usou tecnologia de Cronos (David Clinton). Com a ajuda de Bat Lash, El Diablo, Jonah Hex, Lanterna Verde, Mulher Maravilha e Batman, o vilão foi derrotado. Foi dublado originalmente por Jonathan Joss. Nessa versão, Smith recusa o nome de "Pow-Wow", sendo chamado assim apenas por Manning.

Referências

  1. Guia dos quadrinhos Acessado em 16-02-2013
  2. All-Star Western vol. 2. #1 (setembro de 1970)
  3. Robin Annual #6 (1997)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]