Power chord

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros, acadêmico)Yahoo!Bing.

Power chord é uma técnica de execução de acordes geralmente usado em guitarras elétricas distorcidas.

Origens[editar | editar código-fonte]

A origem do Power chord remete às primeiras bandas de rock e blues que começaram a usar a saturação[desambiguação necessária] do amplificador e posteriormente a distorção como principais efeitos em suas músicas. Ele se tornou popular porque, quando tocado, amplifica o efeito da saturação e não provoca as dissonâncias causadas por outras notas das escalas quando distorcidas, como a terça por exemplo.

De acordo com um artigo em um jornal americano de nome Free-Lance Star, Link Wray, guitarrista de rock'n'roll, foi o primeiro a usar a técnica. O guitarrista de blues Elmore James usou largamente o power chord com distorção no início dos anos 50, como na música I Need You.

Técnicas[editar | editar código-fonte]

O Power chord é feito tocando a nota tônica - podendo ser usada tanto a mais grave quanto oitava (ou ambas) - e a quinta nota de uma escala.O Power Chord não difere entre notas maiores ou menores, mas existem variações. São largamente usados em ritmos vindos do Rock, principalmente no punk rock e no metal. É descrito nas cifras como sendo o acorde seguido de um 5 - em alusão à quinta nota -, como por exemplo C5 (um em power chord), ou simplesmente é citado como um acorde maior.

Ele também pode ser executado tocando-se somente a tônica e a oitava de uma escala, em uma técnica também conhecida como oitavada.

Por omitir a terça nota de sua formação, o Power chord torna sua execução indiferente para acordes menores e maiores, ou até para outras variações mais complexas. Em contrapartida, a melodia quem dá a referência do modo do acorde (maior ou menor) e da tonalidade da música.

Exemplo de Power chord comum: (em tablatura)

     E5      F5      A5      B5      D5
e||--------------------------------------|
B||---------------------------------(3)--|
G||-----------------(2)-----(4)------2---|
D||-(2)-----(3)------2-------4-------0---|
A||--2-------3-------0-------2-----------|
E||--0-------1---------------------------|
     E5      G5      A5      B5      C5
|-----------(3)-----(5)------2-------3-----
|---(5)------3-------5-------0-------1-----
|----4-------0-------2---------------------
|----2-------------------------------------
|------------------------------------------
|------------------------------------------

Posições no braço da guitarra[editar | editar código-fonte]

Posições de um power chord no braço da guitarra em C (dó).

A maioria das posições acima está em dó (C), o símbolo acima de cada desenho representa a cifra e abaixo está o número da casa em que o padrão deve ser tocado.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.