Pré-renderização

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Pré-renderização é o processo de renderização em que as imagens não são renderizadas em tempo-real pelo hardware de saída ou de exibição do vídeo. O vídeo é gravado com outros equipamentos (geralmente mais potentes que os utilizados para a exibição do vídeo posteriormente processado. Arquivos de vídeos pré-renderizados (geralmente filmes) também podem ser disponibilizados para terceiros. Arquivos pré-renderizados são usados quando o processamento em tempo-real não é possivel para obter o mesmo resultado.

Vantagens e desvantagens[editar | editar código-fonte]

A vantagem da pré-renderização é para facilitar o uso de imagens e gráficos de alta qualidade que, às vezes, são impossíveis de se obter em aplicações de tempo-real.

A desvantagem da pré-renderização é, no caso dos gráficos dos videogames, é o baixo nível de interatividade com o jogador. Outro lado negativo dos arquivos previamente renderizados é que alterações não podem ser realizadas durante sua execução.

A tecnologia continua avançando e em meados dos anos 2000 os gráficos dos videogames foram capazes de alcançar o foto realismo das cenas previamente renderizadas.