Praia de Icaraí (Niterói)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Praia de Icaraí
Localização Niterói, no Rio de Janeiro, no Brasil
Anexo:Lista de praias do Rio de Janeiro
Praia de Icaraí. Ao fundo, a cidade do Rio de Janeiro, com o Morro do Pão de Açúcar.
Praia de Icaraí. À esquerda, a Pedra de Itapuca

A Praia de Icaraí é uma praia localizada no município de Niterói, no estado do Rio de Janeiro, no Brasil. É a praia mais famosa da cidade, estando situada na Baía da Guanabara. Costuma receber eventos públicos, como, por exemplo, o tradicional show de fogos de artifício no ano-novo.[1] [2] Abriga duas formações rochosas que são símbolos da cidade: a Pedra de Itapuca e a Pedra do Índio, além de duas importantes construções em estilo art déco: o Cinema Icaraí e a Reitoria da Universidade Federal Fluminense[3] .

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Icaraí" é um termo oriundo da língua tupi, significando, nessa língua, "rio sagrado", através da junção dos termos 'y ("rio, água") e karai ("sagrado").[4] É uma referência ao rio local homônimo, que, se encontra, atualmente, canalizado[5] .

História[editar | editar código-fonte]

Até o advento dos portugueses ao Brasil, no século XVI, a região era território dos índios tamoios[6] . Com a derrota dos tamoios frente aos portugueses, a região foi concedida, pelos portugueses vencedores, aos seus aliados indígenas, os temiminós. No período colonial brasileiro, a praia possuía um porto para o escoamento da produção das duas fazendas da região: a Fazenda de Icaraí e a Fazenda do Cavalão. No século XIX, o arruamento da região determinou a dinamitação da Pedra de Itapuca original, que formava um arco ligando a pedra ao continente. Na década de 1930, foi construído o Cine Icaraí, em estilo art déco[7] .

Em 1936-1937, foi instalado um trampolim na praia, trampolim este que veio a ser dinamitado na década de 1960. Na década de 1940, foi construído o prédio do Casino Icarahy, que passaria a abrigar, desde 1967, a reitoria da Universidade Federal Fluminense.

No período pós-Segunda Guerra Mundial, houve um boom imobiliário na região, determinando a construção dos prédios residenciais que caracterizam, atualmente, a orla da praia[8] .

Referências

  1. [1]
  2. Prefeitura de Niterói (15.12.2009). Réveillon na Praia de Icaraí terá muito samba e surpresa na virada. Página visitada em 20.11.2010.
  3. Icaraí. Disponível em http://ddp-fan.com.br/bairros/icarai.htm. Acesso em 11 de janeiro de 2013.
  4. [2]
  5. Icaraí. Disponível em http://ddp-fan.com.br/bairros/icarai.htm. Acesso em 11 de janeiro de 2013.
  6. BUENO, E. Brasil: uma história. Segunda edição revista. São Paulo. Ática. 2003. p. 18-19.
  7. Cinema Icaraí - Niterói - RJ. Disponível em http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/cinema-icarai-niteroi-rj/. Acesso em 11 de janeiro de 2013.
  8. Icaraí. Disponível em http://ddp-fan.com.br/bairros/icarai.htm. Acesso em 11 de janeiro de 2013.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre uma Praia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Rio de Janeiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.