Prazosina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Prazosina
Alerta sobre risco à saúde
Prazosin Structure V.1.svg
Nome IUPAC 2-[4-(2-furoyl)piperazin-1-yl]-6,7-dimethoxyquinazolin-4-amine
Identificadores
Número CAS 19216-56-9
PubChem 4893
DrugBank APRD00020
ChemSpider 4724
Código ATC C02CA01
Propriedades
Fórmula química C19H21N5O4
Massa molar 383.38 g mol-1
Farmacologia
Biodisponibilidade ~60%
Via(s) de administração Oral
Meia-vida biológica 2–3 hours
Ligação plasmática 97%
Classificação legal


POM (UK)


Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Prazosina é um fármaco relacionado com o controle da hipertensão. Bloqueia receptores alfa-adrenérgicos pós-sinápticos da terminação nervosa simpática. Causa vasodilatação, reduzindo a resistência periférica. O medicamento afeta a capacidade de dirigir e controlar máquinas.[1]

Reações adversas[editar | editar código-fonte]

  • Tonturas
  • Hipotensão postural
  • Dor de cabeça
  • Náuseas
  • Vômito
  • Palpitações
  • Congestão nasal
  • Edema
  • Artralgia
  • Dor de barriga
  • Depressão
  • Sonolência

Interações[editar | editar código-fonte]

Pode ocorrer interação aditiva caso seja utilizado um diurético junto com a prazosina durante o tratamento.

Uso na gravidez e lactação[editar | editar código-fonte]

São observadas pequenas concentrações do fármaco no leite materno. Em grávidas o médico faz avaliação para determinar se o benefício do tratamento superará os potenciais riscos da administração.[1]

Notas e referências