Predador de emboscada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma fêmea de Misumena vatia capturando uma fêmea de um casal de moscas copulando.

Predadores de emboscada são carnívoros, tal como alguns fungos e plantas carnívoras que capturam suas presas sendo discretas ou por estratégia, em vez de correr ou pela força.

Estratégia[editar | editar código-fonte]

Estes organismos geralmente escondem-se e esperam a presa aparecer e uma distância próxima. Eles geralmente estão camuflados e são solitários. Este modo de predação pode ser seguro pois protege o organismo de seus próprios predadores. Além disso, quando um predador não pode se mover muito rápido, fazer uma cilada para sua presa pode ser uma eficiente estratégia. Caso contrário, uma perseguição ativa é mais efetiva. Existe, entretanto, muitos estratégias intermediárias: quando um predador é mais rápido que sua presa em distâncias curtas, mas não em distâncias maiores, e emboscar passa a ser uma parte da estratégia de caça.[1]

Exemplos[editar | editar código-fonte]

Há muitas dimensões na predação e as estratégias se sobrepõem: alguns predadores exploram as trilhas previsíveis das presas, o que oferece oportunidades entre perseguir ou emboscar. Animais com tais estratégias incluem os felinos, crocodilos, e alguns insetos.

Referências

  1. Inon Scharf, Einat Nulman, Ofer Ovadia & Amos Bouskila. (2006). "Efficiency evaluation of two competing foraging modes under different conditions". The American Naturalist 168 (3): 350–357. DOI:10.1086/506921.


Ícone de esboço Este artigo sobre ecologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.