Preposição

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Preposição é uma palavra invariável que liga dois elementos da oração, [1] subordinando o segundo ao primeiro,[2] ou seja, o regente e o regido. Isso significa que a preposição é o termo que liga substantivo a substantivo, verbo a substantivo, substantivo a verbo, adjetivo a substantivo, advérbio a substantivo, etc. Junto com as posposições e as raríssimas circumposições, as preposições formam o grupo das adposições.

Exemplos:

Os alunos do colégio assistiram ao filme de Walter Salles e ficaram comovidos.

Obs.:

Teremos como elementos da oração os alunos, o colégio, o verbo assistir, o filme, Walter Salles e a qualidade dos alunos comovidos. O restante é preposição. Observe: "do" liga "alunos" a "colégio", "ao" liga "assistiram" a "filme", "de" liga "filme" a "Walter Salles". Portanto são preposições.

O termo que antecede a preposição é denominado regente e o termo que a sucede, regido.

Exemplos:

Os alunos do colégio (...)

Obs.: os alunos, elemento regente; o colégio, elemento regido.

Preposições essenciais[editar | editar código-fonte]

Estas são as preposições essenciais para criar uma frase com o verbo transitivo indireto: a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, perante, por, sem, sob, sobre, trás. [3]

Acidentais[editar | editar código-fonte]

Aquelas que passaram a ser preposições, mas são provenientes de outras classes gramaticais, como: afora, como, conforme, consoante, durante, exceto, feito, fora, mediante, menos, salvo, segundo, tirante, visto. [2]

Agimos conforme a atitude deles.
Conversamos muito durante a viagem.
Obtiveram como resposta um bilhete.
Ele terá que fazer o trabalho.
Conversamos pouco durante a viagem .

Contração de Preposição[editar | editar código-fonte]

Junção das preposições com determinantes.

  • do (de, preposição + o, determinante)
  • neste (em, preposição + este, determinante)
  • à (a, preposição + a, determinante)
  • duma (de, preposição + uma, determinante)
  • na (em preposição + a determinante)

Obs.:

Não se deve contrair a preposição "de" com o artigo que inicia o sujeito de um verbo, nem com o pronome "ele(s)", "ela(s)", quando estes funcionarem como sujeito de um verbo.

Isso não depende do professor querer.

Obs.: está errada, pois professor funciona como sujeito do verbo querer.

Portanto a frase deve ser:

Isso não depende de o professor querer.
Isso não depende de ele querer. (também é válido)

Imperfeição[editar | editar código-fonte]

É um verbo que liga a um substantivo liberal, como: se fosses; se fôssemos; se falharmos; e vários outros.

Se fôssemos ao banco, tiraríamos o cheque.
Se falharmos, não me perdoarei.
Se tu fosses ao show comigo; terias evitado esse transtorno.
Se vós gritar saiu correndo.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Dicionário de Termos Linguísticos - Portal da Língua Portuguesa. Instituto de Linguística Teórica e Computacional (ILTEC). Página visitada em 16 de fevereiro de 2014.
  2. a b Gloria Galli. Preposições conceitos. Página visitada em 16 de fevereiro de 2014.
  3. Dicionário Terminológico para consulta em linha. Ministério da Educação e Ciência de Portugal. Página visitada em 16 de fevereiro de 2014.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikilivros
O wikilivro Português tem uma página sobre Preposições