Primeira Batalha de St. Albans

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Primeira Batalha de St. Albans foi a que deu começo à Guerra das Rosas. O combate teve lugar a 22 de Maio de 1455, na povoação de San Albano. Ricardo, Duque de York e o seu aliado Ricardo Neville, Conde de Warwick, derrotaram as tropas da casa de Lencastre, comandadas por Edmundo Beaufort, duque de Somerset, que viria a perecer na batalha.

Com a intenção de evitar ser superado pelo flanco pelo exército de 3000 homens da Casa de York, o exército do rei Henrique VI de Inglaterra, com cerca de 2000 homens, concentraram-se na povoação e ergueram barricadas na colina de Holywell e em St Peter's Street. Estas barricas tinham como objectivo a defesa contra um eventual ataque dos da Casa de York proveniente dos terenos a leste da localidade. O corpo principal das forças de Henrique foi surpreendido e totalmente derrotado graças a uma grande velocidade do ataque das forças de Ricardo. Isto foi devido à esperança que reinava nas tropas do rei, de se poder chegar a uma solução pacífica, tal como tinha sucedido em Blackheath em 1452. Os comandantes mantiveram negociações poucos minutos antes do combate. No entanto, os dois assaltos frontais destruiram o grosso das forças yorkistas, com um alto número de baixas.

Ícone de esboço Este artigo sobre História do Reino Unido é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.