Primeira Ferrovia Transcontinental

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo refere-se a ferrovia construída nos Estados Unidos entre Omaha e Sacramento, concluída em 1869. Para outras ferrovias transcontinentais, ver ferrovia transcontinental.
O histórico encontro das linhas da Primeira Ferrovia Transcontinental, em 1869.
A cerimônia em Promontory, em 1869.

A Primeira Ferrovia Transcontinental (em inglês: First Transcontinental Railroad) é o nome popular da linha ferroviária dos Estados Unidos da América (conhecida à época como "Pacific Railroad") completada em 1869 entre Council Bluffs, Iowa/Omaha, Nebraska (via Ogden, Utah e Sacramento, Califórnia) e Alameda, Califórnia. Essa ligação conectou as costas do Atlântico e Pacífico por via ferroviária pela primeira vez na história. Aberta ao tráfego em 10 de maio de 1869, com o "Prego de Ouro" (em inglês: Golden Spike) em Promontory, Utah, a rota estabeleceu uma rede de transportes trancontinental mecanizado que revolucionou a população e a economia do Oeste Americano.[1]

Autorizada pelo Ato Ferroviário do Pacífico de 1862 e sustentada pelo governo estadunidense, ela foi a culminação de um movimento de longas décadas para a construção de tal linha e foi uma coroação das façanhas da presidência de Abraham Lincoln, apesar de completada quatro anos após sua morte. A construção da ferrovia requereu enormes feitos da engenharia e do trabalho na passagem de planícies e altas montanhas pela Union Pacific Railroad e Central Pacific Railroad, que construíram a linha ocidental e oriental, respectivamente.[2]

A ferrovia foi considerada o maior feito tecnológico estadunidense do século XIX. Ela serviu como uma ligação vital para o comércio e as viagens que conectou as metades oriental e ocidental ao fim do século XIX nos Estados Unidos.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]