Primeira Frente Unida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira do Kuomintang.

A Primeira Frente Unida (ou Aliança KMT-PCC) foi formada pelo Kuomintang (KMT) e pelo Partido Comunista Chinês (PCC) em 1924[1] como uma aliança, em troca de ajuda militar e organizacional soviética[1] , a fim de unificar o governo da República da China, depois que o país mergulhou na desordem durante o período dos senhores da guerra da China. Juntos, formaram o Exército Nacional Revolucionário Chinês e definiram em 1926, a Expedição do Norte. O PCC se juntou ao KMT com indivíduos, fazendo uso da superioridade do KMT em números para ajudar a espalhar o comunismo. O KMT, por outro lado, queria controlar os comunistas de perto. Ambas as partes tinham seus próprios objetivos, por isso a Frente seria insustentável.

Entretanto, a tensão começou a se desenvolver entre o KMT e os comunistas[1] , e, em 1927, sob o marechal-de-campo nacionalista (ou Generalíssimo) Chiang Kai-shek, os comunistas foram expurgados da frente, enquanto a Expedição do Norte ainda estava pela metade. Isso deu início a uma guerra civil entre as duas partes, que durou até à formação da Segunda Frente Unida em 1936 para a preparação devido a vinda da Segunda Guerra Sino-Japonesa.

Referências

Ver Também[editar | editar código-fonte]