Princípio da identidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Fevereiro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

O princípio da identidade foi formulado por Aristóteles em seus estudos sobre a lógica. Segundo este princípio, todo objeto é idêntico a si mesmo.

Ou seja, a=a e b=b, 'a' sempre será igual 'a', mesmo se afirmarmos que a=b ainda podemos afirmar que a=a e b=b. O que, ainda que simples, ajuda na confirmação de várias proposições. Assim pode-se dizer que: Uma coisa é o que é, não se confunde com nenhuma outra.

Identidade é o conjunto de caracteres próprios e exclusivos com os quais se podem diferenciar pessoas, animais, plantas e objetos inanimados uns dos outros, quer diante do conjunto das diversidades, quer ante seus semelhantes.

Segundo este princípio a existência é existência (e é e) = O princípio da identidade.

Wiki letter w.svg Este artigo sobre lógica é mínimo. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.