Princeps

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Princeps (plural: principes) é um palavra latina que significa "o primeiro no tempo ou no fim, o primeiro, chefe, o mais eminente, distinguidos ou nobre, o primeiro homem, primeira pessoa"[1]

Título de princeps no Império Romano[editar | editar código-fonte]

O princeps ("primeiro cidadão") foi um título da primeira etapa do Império Romano (Principado), recebido do senado por Otaviano, em 28 a.C., a modo de reconhecimento do seu poder e prestígio político. O título de princeps visava conservar a essência da República Romana.

Este título não ficou institucionalizado para se transmitir aos sucessores, ao contrário de outros títulos como imperator, césar, augusto, pater patriae, ou tribunicio potestate.

No Dominato, com o imperador romano Diocleciano, foi substituído pelo título de Dominus ("senhor absoluto").

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O significado literal de princeps é "o que toma primeiro", de primus (primeiro) e ceps, que deriva da raiz capere (“tomar”).

Administração Romana[editar | editar código-fonte]

Militar[editar | editar código-fonte]

  • Princeps ordinarius vexillationis: centurião no comando dum vexillatio.
  • Princeps peregrinorum ("comandante dos estrangeiros"): centurião pelas tropas "castra peregrina" (não-itálicas).
  • Princeps prior: centurião comandante de um manipulus (dois centúrias) de principes.
  • Princeps posterior: vice-princeps prior.
  • Princeps praetorii: centurião comandante da base militar ou forte.

Princeps também foi utilizado como título para outros cargos militares, como os decurio princeps.

Referências

  1. Charlton T. Lewis, Charles Short (1897). princeps , cĭpis, adj.. A Latin Dictionary. Página visitada em 2009-04-21.
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em espanhol, cujo título é «Princeps».

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ed Akal.Historia del mundo antigo. Roma. Augusto