Príncipe do senado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Princeps senatus)
Ir para: navegação, pesquisa
Roma Antiga
Roman SPQR banner.svg

Este artigo é parte da série:
Política e governo da
Roma Antiga


Períodos
Reino de Roma
753 a.C.509 a.C.

República Romana
508 a.C.27 a.C.
Império Romano
27 a.C.1453

Constituição romana

Constituição do Reino
Constituição da República
Constituição do Império
Constituição do Dominato
Senado
Assembleias Legislativas
Magistrados Executivos

Magistrados ordinários
Magistrados extraordinários
Títulos e Honras
Imperador
Precedente e Lei

Outros países · Atlas

Na Roma Antiga, o princeps senatus era o líder do senado romano. Embora oficialmente fora do cursus honorum e sem imperium, este cargo era considerado de grande prestígio (equivalente hoje a presidente do senado nos parlamentos bicamerais ou presidente do parlamento nos unicamerais).

O princeps senatus não era, como todos os cargos políticos romanos, um posto vitalício, sendo atribuído por períodos de cinco anos passíveis de renovação. O novo líder do senado era escolhido pelos censores de entre os senadores patrícios com estatuto consular, isto é, ex-consules. O candidato era normalmente um político respeitado, com provas dadas e respeitado pelos seus pares. As tarefas de um princeps senatus incluíam:

  • Declarar a abertura e encerramento das sessões do senado
  • Decidir a ordem de trabalhos e o local do encontro
  • Impor a ordem e demais regras do senado
  • Representar o senado em reuniões com embaixadas de outros países
  • Escrever as cartas e os despachos do senado

Com o início do período que a historiografia convencionou denominar principado, o princeps senatus ou princeps passou a ser um cargo exclusivo do imperador.

Ver também[editar | editar código-fonte]