Prisca (imperatriz)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Prisca
Imperatriz-consorte romana
Feodorovsky Cathedral tsar's entrance mosaic (right).JPG
Santa Prisca, a legendária esposa de Diocleciano identificada tradicionalmente como sendo Prisca.
Governo
Reinado 284-305
Consorte Diocleciano
Antecessor Magnia Urbica
Sucessor Flávia Maximiana Teodora
Galéria Valéria
Vida
Morte 315
Filhos Galéria Valéria

Prisca foi uma imperatriz-consorte romana, esposa do imperador Diocleciano. Nada se sabe sobre suas origens ou sua família.

História[editar | editar código-fonte]

Mesmo sendo cristãs (ou simpatizantes do cristianismo), Prisca e sua filha, Valéria, foram forçadas a realizar sacrifícios para os deuses romanos durante a grande perseguição de 303[1] .

Quando o imperador se retirou para a cidade de Espalato (Split, na Croácia), em 305, Prisca ficou com Valéria e seu genro, Galério, em Tessalônica. Quando ele faleceu, em 311, Licínio ficou encarregado de cuidar de Prisca e da filha. As duas, porém, fugiram e foram ao encontro de Maximino Daia, mas quando Valéria se recusou a casar-se com ele, ambas tiveram suas posses confiscadas e foram aprisionadas na Síria. Depois da morte de Maximino, Licínio mandou matar as duas.

Prisca e Valéria foram posteriormente canonizadas (vide Santa Alexandra de Roma).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Títulos reais
Precedido por:
Magnia Urbica
Imperatriz-consorte romana
284–305
com Magnia Urbica (284–285)
Eutrópia (286–305)
Sucedido por:
Galéria Valéria
(esposa de Galério)
Sucedido por:
Flávia Maximiana Teodora
(esposa de Constâncio Cloro)

Referências

  1. Diocleciano (em inglês). Roman Emperors. Página visitada em 21/07/2013.