Pro Helvetia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A fundação Pro Helvetia é uma fundação pública suiça, financiada pela confederação suíça.

Presidência[editar | editar código-fonte]

  • De 1939 à 1943, Heinrich Häberlin.
  • De 1944 à 1952, Paul Lachenal.
  • De 1952 à 1964, Jean-Rodolphe de Salis.
  • De 1965 à 1970, Michael Stettler.
  • De 1971 à 1977, Willy Spühler.
  • De 1978 à 1985, o historiador Roland Ruffieux.
  • De 1986 à 1989, Sigmund Widmer.
  • De 1990 à 1998, a deputada Rosemarie Simmen.
  • De 1998 à 2005, Parti socialiste suisse Vaudoise Yvette Jaggi.
  • Dès 2006, Parti radical-démocratique Bernois Mario Annoni.

Actividade[editar | editar código-fonte]

A actividade da fundação engloba os campos seguintes:

  • Manter e preservar as características culturais do país.
  • Promover a diversidade cultural entre as regiões.
  • Entreter com as relções culturais o estrangeiro.

Campos estimulados[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Franz Kessler, "Die Schweizerische Stiftung Pro Helvetia", Schulthess Polygraphischer Verlag, Zürich, 1993, thèse de doctorat de droit.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]