Procópio (usurpador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Procópio (326 - 27 de Maio de 366), foi um imperador usurpador romano contra o legítimo imperador Valente e membro da dinastia constantiniana.

Procópio

Segundo Amiano Marcelino, Procópio era natural de Cilícia. Era primo materno do imperador Juliano.

Procópio participou na campanha do imperador contra o império persa em 363. Confiaram-no a missão de comandar 30.000 homens até à Arménia, para se unir ao rei Arsaces, para regressar e ajudar Juliano. Com a morte de Juliano, surgiram rumores que ele havia pensado em Procópio para ser seu sucessor, mas quando Joviano foi eleito imperador pelo exército romano, Procópio escondeu-se para salvar a sua vida. Os historiadores antigos diferem sobre os pormenores exactos da vida oculta de Procópio, mas convergem que ele reapareceu publicamente na Calcedónia ignorando a situação.

Joviano tinha morrido e Valentiniano I compartilhava a púrpura com o seu irmão Valente. Procópio moveu-se e decidiu declarar-se imperador. Subornou duas legiões estacionadas em Constantinopla para apoiar seus pretendentes e tomou o controlo da cidade imperial. Pouco depois, proclamou-se imperador a 28 de Setembro de 365, e tomou rapidamente o controlo das províncias da Trácia e mais tarde da Bitínia.

Valente encarregou-se em eliminar o rebelde e durante os meses seguintes reprimiu as cidades e unidades que não lhe eram leais. Eventualmente derrotou as forças de Procópio na Batalha de Tiatira. Procópio fugiu do campo de batalha, mas foi traído por dois dos seus seguidores e entregue. Valente executou-o decapitando-o em 27 de maio de 366.