Processo saúde-doença

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O processo saúde-doença é uma expressão usada para fazer referência a todas as variáveis que envolvem a saúde ,a doença e os fatores sócio economicos de um indivíduo ou população,considerando que ambas estão interligados e são consequência dos mesmos fatores. De acordo com esse conceito, a determinação do estado de saúde de uma pessoa não significa a ausência de doença para determinar a condição de sáúde,sendo um processo complexo que envolve diversos fatores. Diferentemente da teoria da unicausalidade, muito aceita no início do século XX, que considera como fator único de surgimento de doenças um agente etiológico - vírus, bactérias, protozoários -, o conceito de saúde-doença estuda os fatores biológicos, econômicos, sociais e culturais e, com eles, pretende obter possíveis motivações para o surgimento de alguma enfermidade.[1] [2]

O conceito de multicausalidade não exclui a presença de agentes etiológicos numa pessoa como fator de aparecimento de doenças. Ele vai além e leva em consideração o psicológico do paciente, seus conflitos familiares, seus recursos financeiros,sua alimentação, nível de instrução, entre outros. Esses fatores, inclusive, não são estáveis; podem variar com o passar dos anos, de uma região para outra, de uma etnia para outra.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Biblioteca virtual em saúde. O conceito de saúde e do processo saúde-doença.
  2. LEMOS, Jureth Couto; LIMA, Samuel do Carmo. A geografia médica e as doenças infecto-parasitárias. Caminhos de Geografia. cuiabá MT 2002.
Ícone de esboço Este artigo sobre Saúde é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.