Prometheus (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Prometheus
Pôster promocional
 Estados Unidos
2012 • cor • 124 min 
Direção Ridley Scott
Produção David Giler
Walter Hill
Ridley Scott
Tony Scott
Roteiro John Spaihts
Damon Lindelof
Elenco Noomi Rapace
Michael Fassbender
Guy Pearce
Idris Elba
Logan Marshall-Green
Charlize Theron
Gênero Ficção científica
Idioma Inglês
Música Marc Streitenfeld
Direção de arte Arthur Max
Direção de fotografia Dariusz Wolski
Figurino Janty Yates
Edição Pietro Scalia
Estúdio Scott Free Productions
Brandywine Productions
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento 8 de junho de 2012 (EUA)

15 de junho de 2012 (Brasil)

Orçamento US$ 130 milhões[1]
Receita US$ 403,354,469[2]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Prometheus é um filme norte-americano de 2012 dirigido por Ridley Scott, escrito por John Spaihts e Damon Lindelof, e estrelado por Noomi Rapace, Michael Fassbender, Guy Pearce, Idris Elba, Logan Marshall-Green e Charlize Theron. A história do filme se passa na segunda metade do século XXI, centrando na tripulação da nave estelar Prometheus enquanto eles seguem um mapa estelar descoberto entre os restos de várias civilizações antigas da Terra. Levados a um mundo distante e para uma civilização avançada, a tripulação procura as origens da humanidade, porém encontra uma ameaça que pode causar a extinção da espécie humana.

O filme começou a ser desenvolvido no início dos anos 2000 como uma quinta entrada na franquia Alien, tanto com Scott e James Cameron desenvolvendo ideias para um filme que serviria como um episódio anterior ao filme Alien (no Brasil, Alien - O Oitavo Passageiro), de 1979. Em 2003, o projeto foi cancelado pelo desenvolvimento de Alien vs Predator, e permaneceu dormente até 2009, quando Scott voltou a mostrar interesse. Um roteiro de John Spaihts serviu como um prequela para os eventos dos filmes Alien, mas Scott optou por uma direção diferente para evitar a repetição de sugestões daqueles filmes. No final de 2010, ele trouxe Lindelof para o projeto afim de adaptar o roteiro de Spaihts e juntos desenvolveram uma história separada, que precede a história de Alien, mas não está diretamente ligado a essa franquia. De acordo com Scott, Prometheus tem "traços do DNA de Alien, por assim dizer" e se passa no mesmo universo, revelando as origens da criatura conhecida como Space Jockey, ao mesmo tempo em que explora a sua própria mitologia e ideias.

O filme entrou em produção em abril de 2010, com as fases de design extensas de desenvolvimento das tecnologias e criaturas. A fotografia principal começou em março de 2011, em cerca de 120-130 milhões de dólares de orçamento, e as filmagens ocorrendo quase exclusivamente em locações na Inglaterra, Islândia, Espanha e Escócia. O filme foi inteiramente rodado com câmeras 3D.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

ATENÇÃO, o texto abaixo 'é um resumo com todos os fatos relevantes do filme.

Com uma nave espacial pairando sobre si, um alienígena humanóide bebe um líquido borbulhante escuro, que causa o rompimento do seu DNA e seu corpo começa a se desintegrar. O seu corpo cai em uma cachoeira, e o seu DNA desencadeia uma reação biogenética, que mais tarde veremos ser restos do DNA humano utilizado neles, em um planeta - muito provavelmente a Terra.

Em 2089, os arqueólogos Elizabeth Shaw e Charlie Holloway descobrem um mapa estelar entre várias culturas humanas antigas separadas uma das outras. Eles interpretam isso como um convite de precursores da humanidade, ou "Engenheiros". Peter Weyland, o CEO de Weyland Corporation, patrocina uma expedição científica com a nave Prometheus seguindo o mapa para a lua distante LV-223. A tripulação da nave viaja em sono criogênico enquanto um andróide, David, monitora a viagem e estuda lingüística e culturas humanas.

Em 2093, a tripulação acorda ao se aproximar de um planetóide circulando um gigante gasoso, LV-223. Os tripulantes que nada sabiam sobre a missão são informados que irão buscar os Engenheiros. A Diretora da Missão, Meredith Vickers, os ordena para evitar o contato linguistico e físico para com os alienígenas. Ao aterrisar, descobrem estruturas geologicas antigas no planeta. Dentro dessas encontram cilindros, uma estátua monolítica de uma cabeça humanóide e o cadáver de um alienígena grande, pensando ser um Engenheiro. Eles encontram outros cadáveres e presumem que a espécie está extinta. David secretamente toma um cilindro para si, enquanto que os cilindros restantes começam a vazar um líquido escuro. Uma tempestade se aproxima rapidamente e obriga a tripulação a retornar a Prometheus, deixando os membros da tripulação Millburn e Fifield presos na estrutura. Nesta parte, uma pista da história de "Alien" é revelada, quando eles acham a pilha de Engenheiros mortos de dentro pra fora, como nos filmes "Alien". Elizabeth Shaw pega para si uma cabeça de um engenheiro morto e o leva para a nave. Na nave, o DNA do Engenheiro é comparado e é descoberto que coincide com o dos humanos. Enquanto isso, David investiga o cilindro e descobre uma estrutura parecida com um casulo que possui um líquido preto. Ele infecta Holloway intencionalmente com a substância, e sem saberem, Shaw e Holloway têm relações sexuais.

Dentro da estrutura, uma criatura-cobra agarra o braço de Millburn, e Fifield tenta cortá-la com uma faca, mas o sangue corrosivo da criatura derrete seu capacete. O grupo mais tarde retorna para a estrutura e encontra os cadáveres dos dois tripulantes. David separadamente descobre uma sala de controle contendo um Engenheiro adormecido criogenicamente, e um mapa estelar destacando a Terra. A infecção de Holloway rapidamente devasta seu corpo, e o grupo volta para a Prometheus. Vickers se recusa a deixá-lo entrar a bordo, e o queima até a morte com um lança-chamas com o consentimento de Holloway. Mais tarde, um exame médico revela que Shaw, apesar de ser estéril, está grávida de um filho alienígena. Shaw usa uma mesa de cirurgia automatizada para retirar o espécime. Depois da cirurgia Shaw descobre que Peter Weyland estava na nave em estado de criogenia, e o mesmo explica a Shaw que ele quer perguntar aos Engenheiros o que fazer para evitar sua morte por velhice. Weyland se prepara para sair para a estrutura, Vickers o chama de "Pai".

Um Fifield alterado por mutação ataca o hangar, matando vários membros da tripulação antes de ser morto. O capitão da Prometheus, Janek, especula que a estrutura é uma nave espacial, parte de uma base de engenheiros militares que perderam o controle de suas armas biológicas. Weyland e uma equipe retornam à estrutura para despertar o Engenheiro. O Engenheiro decapita David, e matando Weyland e sua equipe, com exceção de Shaw, que consegue escapar. A cabeça ainda ativa de David revela a Shaw que o Engenheiro está indo em direção da Terra, e a cientista convence Janek a parar a nave do Engenheiro. Após ejetar Vickers e seu compartimento salva-vidas, Janek se sacrifica chocando a Prometheus contra a nave extraterrestre, derrubando ambas as espaçonaves. Vickers é esmagada pela nave do Engenheiro, mas Shaw sobrevive e vai para o salva-vidas de Vickers. Lá encontra seu filho alienígena, que cresceu a um tamanho gigantesco, e o Engenheiro, que tenta matá-la. Shaw liberta o alienígena contra o Engenheiro, que é morto ao ter um tentáculo enfiado em sua garganta(o 1° alien colocando um ovo no Engenheiro). Shaw recupera os restos de David, e com sua ajuda, eles lançam uma outra nave espacial. Ela pretende chegar a terra natal dos Engenheiros, na tentativa de entender por que eles nos odiavam e pretendiam destruir a humanidade.

No barco salva-vidas, uma criatura alienígena sai do peito do Engenheiro. E assim nasce a história do "Alien", que se reproduz colocando o ovo dentro de um hospedeiro vivo[3]

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Origem do projeto[editar | editar código-fonte]

Com um elenco poderoso e produção da 20th Century Fox, Prometheus recebe este nome em referência ao personagem da mitologia grega: Prometeu, aquele que roubou o fogo de Zeus e assim foi punido severamente. A relação com o filme começa por causa do Deus-Alien que quer desafiar os seres divinos e ganhar seu "fogo" sendo assim punido pelos "céus".[4] . Este projeto despertou tanta atenção em Hollywood que ele foi disputado por alguns dos melhores atores americanos. O papel de Charlize Theron foi cobiçado inicialmente por Angelina Jolie, enquanto o outro personagem feminino também despertou interesse em Natalie Portman, Anne Hathaway, Gemma Arterton, Carey Mulligan e Michelle Yeoh. Entre os homens, James Franco e Ben Foster também quiseram participar, mas não foram incluídos no projeto.

Inspiração na literatura[editar | editar código-fonte]

O roteiro foi parcialmente inspirado na obra Eram os Deuses Astronautas?, escrita por Erich von Däniken, que apresenta a teoria de que os precursores da vida na Terra seriam astronautas extraterrestres. Além da declaração dada pelo próprio Ridley Scott[5] , há muitas referências ao longo do filme que permitem que este paralelo seja constatado.[6]

Outra obra em que Prometheus se inspirou foi o livro de ficção científica , Nas Montanhas da Loucura de H.P Lovecraft, em 8 de maio de 2012 o diretor mexicano Guillermo Del Toro cancelou o filme ficção científica “At The Mountains of Madness” por causa de Ridley Scott e seu “Prometheus”. Segundo Del Toro, ele mesmo decidiu não investir nesta mega-produção, porque a sua história seria muito semelhante a de “Prometheus”, que também se centra num grupo de exploradores espaciais que descobre uma civilização perdida.[7]

Possível sequência[editar | editar código-fonte]

Em 17 de março de 2012, Scott afirmou que o filme deixa algumas questões sem respostas, e que estas poderiam ser respondidas em uma sequência, dizendo: "Se tivermos sorte, haverá uma segunda parte. Ela não irá deixá-lo com algumas perguntas abertas". Questionado se uma sequência seria um episódio diretamente anterior a Alien, Lindelof disse "se tiver a sorte de fazer uma sequência ... [ela] vai afastar-se ainda mais do Alien original." Em junho de 2012, Lindelof declarou que, embora elementos do enredo foram deliberadamente deixados sem solução para que pudessem ser respondidas em uma seqüência, ele e Scott têm exaustivamente discutido o que deve ser resolvido de modo que Prometheus poderia ficar como único filme, assim uma sequência não está garantida. Em 17 de maio de 2012 Ridley Scott afirmou que pretende filmar uma continuação de Prometheus logo depois de seu novo projeto, The Counselor[8] .

Diante dos bons resultados nas bilheterias, a 20th Century Fox confirmou a sequência da sci-fi “Prometheus”, dirigida por Ridley Scott. O cineasta continuará à frente da franquia, que não deverá ter a volta de Damon Lindelof, roteirista do primeiro filme. A intenção é lançar o novo filme em 2014 ou 2015. Como Scott já está desenvolvendo a continuação de “Blade Runner”, longa que também pretende dirigir, o novo “Prometheus” pode ficar só para 2015. A ideia é reforçada pela declaração de Emma Watts, presidente de produção da Fox, que disse que eles não querem apressar as coisas. As informações são do site The Hollywood Reporter[9] .

Versão do diretor[editar | editar código-fonte]

Em 11 de junho de 2012, Ridley Scott anunciou a versão do diretor para a plataforma em Blu - Ray. Embora tenha dito anteriormente que não pretendia editar uma versão do diretor do filme, Scott mudou de ideia - e conta que Prometheus terá 20 minutos a mais no Blu-ray (a versão de cinema tem 124 minutos), mais meia hora de cenas deletadas.[10]

Referências

  1. Galloway, Stephen (16 de maio de 2012). Return of the 'Alien' Mind (em inglês) The Hollywood Reporter. Página visitada em 15 de junho de 2012.
  2. Prometheus (2012) Box Office Mojo.. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  3. Cinepop. Prometheus. Página visitada em 27 de fevereiro de 2012.
  4. Omelete. Ridley Scott fala da ligação do filme com o primeiro Alien. Página visitada em 27 de fevereiro de 2012.
  5. Omelete. Prometheus. Página visitada em 29 de junho de 2011.
  6. Sociedade Gnóstica. Os Deuses Astronautas de Ridley Scott. Página visitada em 6 de junho de 2012.
  7. semelhanças entre H.P Lovecraft e Prometheus
  8. Prometheus: Ridley Scott quer filmar sequência depois de Counselor Omelete, UOL. Página visitada em 9-6-2012
  9. Pipoca Moderna: Fox confirma sequência da sci-fi Prometheus, de Ridley Scott. Pipoca Moderna, TERRA. Página Visitada em 3 de agosto de 2012
  10. Versão em Blu - ray de Prometheus terá mais 20 minutos[1] Página Visitada em 12 de junho de 2012

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.