Propagandhi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde maio de 2013).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
Propagandhi
Informação geral
Origem Portage la Prairie, Manitoba
País  Canadá
Gênero(s) Punk rock
Heavy metal
Período em atividade 1986 - atualmente
Gravadora(s) G7 Welcoming Committee Records
Fat Wreck Chords
Smallman Records
Grand Hotel van Cleef
Epitaph Records
Afiliação(ões) The Weakerthans
Página oficial Site Oficial
Integrantes Jord Samolesky
Chris Hannah
Todd Kowalski
David Guillas
Ex-integrantes Scott Hopper
Mike Braumeister
John K. Samson

Propagandhi é uma banda de punk rock canadense formada na cidade de Portage la Prairie, em 1986 por Chris Hannah e Jord Samolesky.

A banda é conhecida por patrocinar várias causas radicais de esquerda, adotando uma postura contra a violação dos direitos humanos, racismo, homofobia, imperialismo, fascismo, capitalismo e religião. A banda apóia o veganismo e campanhas pelos direitos dos animais.

História[editar | editar código-fonte]

Anos atrás[editar | editar código-fonte]

Em plenos anos 80, Jord Samolesky e Chris Hannah recrutaram o baixista Scott Hopper por um flyer escrito "Procura-se Baixista" que colocaram em uma loja de uma gravadora local. Hopper foi substituído na virada da década por Mike Braumeister. Esta foi a primeira formação para fazer shows ao vivo. Após a banda se estabilizar com várias demos e shows maiores, incluindo um com Fugazi, made a name for the band, Braumeister se mudou para Vancouver e um jovem músico com uma inclinção para a poesia chamado John K. Samson se tornou o terceiro baixista da banda.

Em 1992, o Propagandhi tocou em um show com a banda Californiana de punk-rock NOFX. Eles tocaram uma versão cover de "Surrender", da banda Cheap Trick. Impressionado com o desempenho da banda, Fat Mike assinou com eles contrato com o selo de sua gravadora independenteFat Wreck Chords. Ele também pediu para que fossem para Los Angeles para gravar seu primeiro álbum How To Clean Everything em português, "Como limpar tudo" que foi lançado em 1993. A banda gastou os próximos três anos fazendo turnês e e se divertindo com a popularidade causada pela explosão do punk-rock na década de 1990. Em 1996 eles gravaram e lançaram seu segundo álbum, Less Talk, More Rock, que significa, "Menos conversa, Mais Rock" também na Fat Wreck Chords. O título do álbum foi uma piada, como Propagandhi era conhecida por suas demoradas explicações sobre as músicas e discursos durante suas performances ao vivo. O álbum era mais politizado que seu antecessor, com músicas cujo título eram coisas como "Apparently I'm a P.C. Fascist (Because I Care About Both Human and Non-Human Animals)", "Nailing Descartes To The Wall / (Liquid) Meat Is Still Murder," and "... And We Thought That Nation States Were a Bad Idea."

Período intermediário[editar | editar código-fonte]

Depois que Less Talk, More Rock foi lançado, o baixista John K. Samson decidiu sair da banda e formou The Weakerthans. Chris e Jord fundaram the record label G7 Welcoming Committee Records (que lançaram o primeiro álbum de Weakerthans). The label name is a tongue-in-cheek reference to the band members' dislike for the G7 (which has since become the G8). The label's economic structure is based upon the one proposed in Robin Hahnel and Michael Albert's Parecon, and was initially started thanks to a $50,000 loan from Fat Mike. Durante esse tempo, Propagandhi lançou uma coleção de demos, alternate takes, covers e músicas ao vivo chamadas Where Quantity is Job #1. Novo baixista Todd Kowalski, formerly of the bands I Spy e Swallowing Shit, foi contratado para substituir Samson.

Depois de quatro anos, Propagandhi lançou seu terceiro álbum full-length, Today's Empires, Tomorrow's Ashes. The album was a major departure from their previous works. The song titles and lyrics of Today's Empires, Tomorrow's Ashes furthered the sphere of their political views, bolstered by the addition of the song-writing styles of Todd. The album built upon a Progressive metal/thrash metal sound. The album also included enhanced CD-ROM with political videos and essays concerning such topics as COINTELPRO and the Black Panther Party.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • How to Clean Everything (1993)
  • Less Talk, More Rock (1996)
  • Today's Empires, Tomorrow's Ashes (2001)
  • Potemkin City Limits (2005)
  • Supporting Caste (2009)
  • Failed States (2012)
Flag of Canada.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Canadá, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.