Prostatectomia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Prostatectomia é a remoção cirúrgica de parte ou toda a próstata. É realizada em casos de tumores (câncer de próstata) e quando a próstata se torna muito grande (hiperplasia benigna de próstata), a ponto de restringir o fluxo de urina através da uretra.

Métodos[editar | editar código-fonte]

Existem diversas formas de se realizar essa remoção:

  • Ressecção transuretral de próstata (RTUP ou TURP): um cistoscópio é passado pela uretra até a próstata, onde o tecido que circunda a próstata é removido. É uma operação comum para hiperplasia benigna de próstata (HBP) e os resultados são excelentes para uma grande porcentagem dos pacientes (80-90%). Uma operação mais segura e refinada é por meio de um laser vermelho de alta potência "holmium".
  • Prostatectomia aberta: é um procedimento cirúrgico que envolve uma incisão na pele e a enucleação do adenoma prostático, através da cápsula prostática (prostatectomia retropúbica) ou através da bexiga (prostatectomia suprapúbica). É realizada quando a próstata tiver um tamanho extremamente grande.
  • Laparoscópica: quatro pequenas incisões são feitas no abdômen e a próstata inteira é removida, preservando nervos que mais facilmente lesados por uma abordagem retropúbica ou suprapúbica. A prostatectomia laparoscópica possui mais vantagens que a operação perineal ou retropúbica, sendo mais econômica que a técnica cirúrgica auxiliada por um robô.
  • Prostatectomia roboticamente auxiliada: nessa operação, os braços robóticos laparoscópicos são controlados por um cirurgião. O robô fornece ao cirurgião muito mais destreza e liberdades de movimentos que a laporoscopia convencional, enquanto oferece as mesmas vantagens em relação à prostectomia aberta: incisões muito menores, menos dor, menos sangramento, menor risco de infecção, menor tempo de cura e menor tempo de estadia no hospital.[1] . Apesar dos custos deste tipo de procedimentos ainda serem altos, os preços estão baixando rapidamente[2] .

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Center for the Advancement of Health; August 29, 2005; Robot-assisted Prostate Surgery Has Possible Benefits, High Cost [1]
  2. Cost Analysis of Radical Retropubic, Perineal, and Robotic Prostatectomy; Scott V. Burgess, Fatih Atug, Erik P. Castle, Rodney Davis, Raju Thomas; Journal of Endourology 2006 20:10, 827-830 [2]