Protodiácono

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Retrato de um protodiácono ortodoxo, obra de Ilya Repin, 1877 (Galeria Tretyakov, Moscovo).

Um protodiácono, palavra derivada do significado grego proto, primeiro e diakonos, diácono, é um título utilizado nas Igrejas Católica e Ortodoxa.

Tradicionalmente aplica-se a Santo Estêvão, protomártir, por ser o primeiro cristão martirizado e protodiácono, ao ser o primeiro de entre os sete diáconos que nomeiam os apóstolos no Livro dos Actos dos Apóstolos.

Igreja Ortodoxa Oriental[editar | editar código-fonte]

O protodiácono é um título honorífico dado a alguns diáconos casados nas igrejas cristãs orientais. Na Igreja Ortodoxa Russa é um título honorífico dado aos diáconos casados que lhes permite vestir um skufia, chapéu eclesiástico típico dos prelados ortodoxos, de cor bordeaux. O seu título é equivalente ao dos arquidiáconos.

Igreja Católica[editar | editar código-fonte]

Na Igreja Católica, o cardeal mais velho da ordem dos Cardeais-Diáconos é o Cardeal Protodiácono. Tem o privilégio de anunciar uma nova eleição papal no famoso anúncio de Habemus Papam tradicionalmente feito da varanda central da Basílica de São Pedro, no Vaticano.

O actual cardeal protodiácono é Renato Raffaele Martino.(Salerno, 23 de novembro de 1932) é um cardeal italiano, presidente emérito do Pontifício Conselho Justiça e Paz.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências