Psefologia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Psefologia (do grego psephos, "seixo", com os quais os gregos contavam os votos) é o ramo da ciência política que abrange o estudo e a análise estatística das eleições1 . A psefologia usa compilações de resultados de votações em determinadas regiões eleitorais, pesquisas de opinião públicas, informações sobre financiamento de campanhas e dados estatísticos similares. O termo foi criado em 1952 no Reino Unido pelo historiador R. B. McCallum para descrever a análise científica de eleições passadas. Na Grã-Bretanha, o termo costuma aparecer esporadicamente na literatura acadêmica.

Embora se confunda com a sociologia política, a psefologia também possui aplicações específicas como a análise da representação proporcional (como no índice Gallagher).

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.