Pulso eletromagnético

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde abril de 2012)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Intensidade de um pulso eletromagnético a 400 km de altitude sobre os Estados Unidos da América.

Pulso eletromagnético (PEM) é um pulso de alta energia de largo espectro que se propaga pelo espaço que gera um campo elétrico defasado de um campo magnético, cuja frente de onda pode danificar componentes eletrônicos de estado sólido inseridos no campo em questão.

Os pulsos eletromagnéticos conhecidos podem ser produzidos por fenômenos naturais (explosões solares ou explosões estelares) ou pela ação humana. Neste caso, são produzidos geralmente de forma relativamente descontrolada, como durante a explosão de armas nucleares. Alguns tipos de armas convencionais, como as bombas de pulso, também podem produzir um pulso eletromagnético de alcance reduzido, capaz de destruir equipamentos microeletrônicos sólidos, como computadores e meios de comunicação.

Como se faz[editar | editar código-fonte]

Existem várias formas de se gerar um Pulso eletromagnético. Uma forma caseira é: Pegar uma bobina de ignição, fonte de energia de, pelo menos, 4 amperes. Em seguida, liga-se a bobina a um interruptor, parecido com um botão de campainha, um condensador de 100 nanofarads em paralelo com o interruptor, e é criado um gerador de pulso, capaz de gerar a onda eletromagnética conhecida como P.E.M. Finalizando, coloca-se uma antena no terminal de alta tensão, para canalizar a energia e irradiar o pulso. Ao pressionar o botão, a energia circula pelo primário da bobina e ao soltar há pulso no secundário. Deve-se ter cuidado com o choque.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • (em português) Revista Saber Eletrônica nº 171, Janeiro de 1987, artigo: "Perigo Nuclear - O pulso eletromagnético", pág. 60, Editora Saber.
Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.