Purismo linguístico no islandês

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

O purismo linguístico no islandês é o fenômeno sociolinguístico de purismo linguístico na língua islandesa. Seu objetivo é evitar empréstimos linguísticos através da criação de novas palavras a partir de radicais do islandês antigo ou do nórdico antigo. Esse processo é apoiado pelo governo islandês, e facilita a aprendizagem de novas palavras no idioma (principalmente para falantes nativos), bem como a construção de suas etimologias.

Não obstante, o governo islandês apóia o estudo de outros idiomas: o aprendizado de inglês e dinamarquês é compulsório nas escolas islandesas.

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.