Pycnonemosaurus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Como ler uma caixa taxonómicaPycnonemosaurus
Ocorrência: Cretácio Superior
Abelisaurus comahuensis jmallon.jpg

Estado de conservação
Extinta (fóssil)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Sauropsida
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Theropoda
Família: Abelisauridae
Género: Pycnonemosaurus
Kellner & Campos, 2002
Espécie
  • P. nevesi Kellner & Campos, 2002 (tipo)

O Pycnonemosaurus (Pycnonemosaurus nevesi Kellner & Campos, 2002) era um terópode carnívoro da família Abelisauridae estima-se que media cerca de 9 metros de comprimento e cerca de 3 a 4 metros altura. Foi encontrado no Brasil, Mato Grosso e viveu durante o Cretáceo Superior.Os fósseis encontrados são apenas fragmentos: cinco dentes incompletos, partes de sete vértebras caudais, a parte distal de um púbis direito, uma tíbia direita e a articulação distal da fíbula direita.Provavelmente predava os Titanosauridae: Maxakalisaurus topai e Trigonosaurus pricei.

Ele vivia na região aonde é hoje a Bacia de Bauru, onde além dele existiam outras espécies de Abelisauridae como exemplo o Abelisaurus, que também foi identificado na Argentina. Além dos Abelisauridae existiam dinossauros Saurópodes, os Titanosauridae, que serviam de alimentos para esses dinossauros predadores.

Caça[editar | editar código-fonte]

Esse dinossauro como outros Abelisauridae tinham crânios curtos e altos, que favorecia uma mordida potente, que feria gravemente suas presas, seus crânios também favoreciam na hora de prender e mover a cabeça violentamente fazendo com que quebre o pescoço da vítima, más os Titanosauridae que eram suas presas tinham uma proteção no dorso e no pescoço, para se proteger de predadores.

Outro método deste dinossauro era que ele poderia caçar em bandos, o que fazia compensar o seu tamanho não muito grande, além de que na sua boca continham pedaços dos restos de refeições oque fazia com que sua boca tivesse bactéria, com que quando mordesse sua presa, poderia infecciona-la, fazendo com que ela viesse a morte.

Ícone de esboço Este artigo sobre dinossauros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.