Quand mourut Jonathan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Quand mourut Jonathan
Autor (es) Tony Duvert
Idioma francês
País França
Género romance
Editora Éditions de Minuit
Lançamento 1978
ISBN 2-7073-0219-8

Quand mourut Jonathan (Quando morreu Jonathan) é um romance do escritor francês Tony Duvert, publicado em 1978. A obra conta a relação pedófila entre um artista de 28 anos, Jonathan, e um menino de 6, Serge. O enredo é baseado na relação que o próprio autor teve no verão de 1973 com um menino de 8 anos.[1] Foram publicadas edições em alemão, inglês e italiano.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Jonathan, um artista de 27 anos que vive em Paris, faze amizade com uma mãe solteira e o seu filho de 6 anos, Serge. Quando Serge tem 8 anos, sua mãe lhe pede para cuidar dele por uma semana, que eles passam juntos na casa de Jonathan, no sul da França.

Jonathan e Serge tornam-se amigos íntimos. Jonathan, apaixonado pelo menino, fica consternado quando Serge volta para Paris. Eles se encontram novamente quando Serge tem 10 anos, e sua relação continua. Enquanto Jonathan e Serge são separados, a parte sexual dos desejos de Jonathan começa a dominar seu comportamento. Finalmente ele procura outros garotos; ele é rejeitado por alguns e não encontra uma satisfação real nas relações sexuais com os outros.

Órfão de pai e deprimido na casa da sua distante e humilhante mãe, Serge decide fugir para estar com Jonathan, mas superado pelo desespero termina suicidando-se jogando-se debaixo de um carro em movimento.

Edições[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Sebhan, Gilles. Tony Duvert: L'enfant silencieux. Paris: Denoël, 2010, pp. 92-9.