Quarto caminho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
G. I. Gurdjieff, fundador do movimento.

O "Quarto Caminho" é um método de autoconhecimento desenvolvido e apresentado ao ocidente pelo mestre espiritual e professor de dança armênio George Ivanovich Gurdjieff (1866-1949).[1]

Defende que poderíamos simplesmente escolher um dos métodos tradicionais físico (como o faquir), emocional (como o monge) ou o intelectual (como o iogue), mas que isto seria muito difícil no mundo ocidental.[2]

No método do Quarto Caminho, seria necessário o sofrimento. Do sofrimento nasceria a tensão e passaria a operar a "Lei das Três Forças" (o princípio positivo, o negativo e o neutro, os elementos carbono, oxigênio e nitrogênio da "química oculta").

Para seguir esse "caminho", seria preciso determinação. Mas não teríamos essa determinação. Para que a tivéssemos teríamos que ter cristalizado um "corpo superior", o "causal". O amo (a vontade) daria suas instruções ao cocheiro (a mente) e este conduziria o cavalo (os sentimentos e as emoções) atrelado à carruagem (os instintos do corpo físico).

Este esforço partiria de uma decepção[3] . Segundo Gurdjieff, "se éramos materialistas, deveríamos estar decepcionados com o materialismo. Se éramos ocultistas, decepcionados com o ocultismo. Se cristãos, decepcionados com o cristianismo. Se téosofos, decepcionados com a teosofia."

Caminhos[editar | editar código-fonte]

  • 1º Caminho: relacionado com o Faquir (corpo)
  • 2º Caminho: relacionado com o Monge (emoção)
  • 3º Caminho: relacionado com o Yogui (intelecto)
  • 4º Caminho: o caminho do Homem equilibrado.

Notas

  1. The Gurdjieff Society. About Gurdjieff (em ingês). Página visitada em 15 de Março de 2011.
  2. Instituto Nokhooja. Quarto Caminho: Uma Breve Introdução. Página visitada em 15 de Março de 2011.
  3. Julius Evola (16 de Abril de 1972). Monsieur Gurdjieff (pdf). Diário Roma. Página visitada em 15 de Março de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Movimentos corporais do Quarto Caminho (em inglês). Página visitada em 16 de Março de 2011.