Que Estranha Forma de Amar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde janeiro de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
...Que estranha forma de amar
 Brasil
1978 • cor • 100 min 
Direção Geraldo Vietri
Roteiro Geraldo Vietri
Machado de Assis (livro)
Elenco Berta Zemel
Paulo Figueiredo
Dina Lisboa
Género drama
romance
Idioma Português
Página no IMDb (em inglês)

...Que Estranha Forma de Amar e úm filme brasileiro de romance de 1978, escrito e dirigido por Geraldo Vietri. O roteiro adapta a história "Iaiá Garcia", de Machado de Assis [1] . A maior parte do elenco pertencia a teledramaturgia da Rede Tupi de Televisão, cedida para o filme conforme agradecimentos nos letreiros iniciais.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Estela é a filha do humilde escrevente Antunes e fica órfã de mãe ainda criança. É levada a casa de Dona Valéria, a rica empregadora do pai, que passa a criá-la como filha adotiva. 14 anos depois, no dia em que o Brasil declara guerra ao Paraguai, o filho de Valéria, o jovem advogado Jorge, revela seu amor por Estela e a pede em casamento, mas a mulher teme as repercussões desse compromisso devido a ser mais velha, e o rejeita. Desiludido, Jorge se alista como Voluntário da Pátria e parte para guerra. Cinco anos depois, com o fim do conflito, Jorge e Estela se reencontram mas muitas coisas mudaram e aparece nas vidas deles a jovem e alegre Iaiá Garcia.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]