Queen Anne's Men

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Queen Anne's Men, ou os Queen's Men (Os homens da Rainha), foi uma companhia de teatro da época jacobina.

O grupo se formou ao subir ao trono Jaime I, em 1603, e recebem o nome de sua patrona, a esposa de Jaime, Ana de Dinamarca. Combinava duas companhias pré-existentes: os Oxford's Men e os Worcester's Men. Entre seus membros mais destacados estava Christopher Beeston, seu diretor, e Thomas Heywood, o ator e dramaturgo que escreveu muitas de suas obras, inclusive The Rape of Lucrece (A violação de Lucrécia) (impressa em 1608) e The Golden Age (A Idade de Ouro) (impressa em 1611). William Kempe acabou sua carreira com esta companhia, ainda que tenha morrido entre 1607 e 1608.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Chambers, E. K. The Elizabethn Stage. 4 Volumes, Oxford, Clarendon Press, 1923.
  • Gurr, Andrew. The Shakespearean Stage 1574–1642. Third edition, Cambridge, Cambridge University Press, 1992.
  • Halliday, F. E. A Shakespeare Companion 1564–1964. Baltimore, Penguin, 1964.
Ícone de esboço Este artigo sobre teatro (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.