Queens of the Stone Age

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Queens of the Stone Age
QOTSA 2007 2.jpg
Informação geral
Também conhecido(a) como QotSA
Origem Palm Desert, Califórnia
País  Estados Unidos
Gênero(s) Rock alternativo
Stoner rock
Hard rock
Desert rock
Rock psicodélico
Período em atividade 1996 – atualmente
Gravadora(s) Man's Ruin Records
Loosegroove Records
Interscope Records
Rekords Rekords
Afiliação(ões) Kyuss
The Desert Sessions
Foo Fighters
Mondo Generator
Eagles of Death Metal
Screaming Trees
A Perfect Circle
Masters of Reality
Beaver
Them Crooked Vultures
Hermano
Eleven
Sugartooth
Jubilee
Página oficial Site oficial
Integrantes
Josh Homme
Troy Van Leeuwen
Dean Fertita
Michael Shuman
Jon Theodore
Ex-integrantes
Ver abaixo

Queens of the Stone Age (também conhecidos pelo acrônimo QotSA) é uma banda estadunidense de rock formada em Palm Desert, Califórnia em 1996.

É muito conhecida por popularizar o gênero que até os anos 2000 não era muito considerado, conhecido como stoner rock e pela sua constante mudança de integrantes, sendo o único integrante original o vocalista/guitarrista/compositor da banda, Josh Homme.

[editar | editar código-fonte]

Antes do surgimento do Queens of the Stone Age, existia uma banda californiana chamada Kyuss que, após ser apadrinhada pelo produtor Chris Goss, partiu do completo anonimato para tornar-se ícone cult da cena heavy metal americana, chegando inclusive a figurar como o principal expoente do sub-gênero stoner rock.

Muitos talentos fizeram parte da formação do Kyuss durante sua existência. Entre eles estavam: Josh Homme, Nick Oliveri, John Garcia e Alfredo Hernandez.

No entanto, apesar da popularidade o Kyuss se dissolveu em 1995 e o líder e guitarrista Josh Homme mudou-se para Seattle.

Em Seattle, Josh ingressou no Screaming Trees como segundo guitarrista durante a turnê do álbum Dust de 1996, tendo inclusive participado do festival Lollapalooza em sua última edição com o Trees, tocando ao lado de bandas como Soundgarden e Metallica.

A partir de 1997, com as atividades do Screaming Trees se tornando cada vez mais esparsas, Josh encontra tempo suficiente para trabalhar em um projeto próprio. Foi o início da série Desert Sessions, projeto que permitiu a ele se expressar com maior liberdade e experimentalismo. Logo em seguida, Josh resolve montar outra banda, o Queens of the Stone Age.

História[editar | editar código-fonte]

Começo de carreira e primeiro disco[editar | editar código-fonte]

Com a ajuda do baterista Alfredo Hernandez, eles retornam à região do deserto californiano para trabalhar o som da nova banda. Embora o som do Queens of the Stone Age, à primeira impressão, relembre o Kyuss, fica bem claro que o QotSA traz uma proposta diferente, com uma sonoridade mais variada.

Homônimo, o primeiro álbum foi financiado pela própria banda e acabou lançado em Setembro de 1998 pela gravadora Loosegroove, de propriedade de Stone Gossard, guitarrista do Pearl Jam. Um acordo entre a Loosegroove e a Roadrunner, permitiu que o disco fosse lançado inclusive no Brasil. O álbum teve uma repercussão impressionante e ajudou a fixar o nome do Queens of the Stone Age como uma das grandes promessas do rock atual. A banda esteve em turnê por quase dois anos, tocando junto com grandes nomes como Bad Religion, Rage Against the Machine, Smashing Pumpkins, Hole e Ween.

Rated R[editar | editar código-fonte]

Em Junho de 2000, o Screaming Trees anuncia o seu fim, deixando Josh exclusivamente dedicado ao QotSA, que, de volta a Palm Desert, trabalhava no seu segundo álbum que contaria com várias participações especiais. No mesmo mês é lançado R, desta vez pela Interscope, uma gravadora de grande porte. O disco, que possui participações de Mark Lanegan e Barrett Martin do Screaming Trees, Rob Halford do Judas Priest e Pete Stahl do Scream e Goatsnake, dentre outros, é recebido com entusiasmo pela crítica, mas não atinge grandes cifras em vendagem, apesar de singles candidatos a hit como "Feel Good Hit of the Summer" e "The Lost Art of Keeping a Secret". Para o segundo disco, o QotSA contou com dois bateristas: Gene Troutman e Nicky Lucero.

O Queens of the Stone Age embarcou em mais uma exaustiva turnê de dois anos pelo mundo todo, incluindo uma memorável apresentação no Rock in Rio em janeiro de 2001, onde Oliveri se apresentaria ao palco do evento completamente nu.

Songs For The Deaf[editar | editar código-fonte]

Nick Oliveri, ex-baixista do QotSA, no V Festival de 2003.

No ano seguinte a banda já estava em estúdio preparando seu terceiro disco. Mark Lanegan se torna um integrante definitivo do grupo, atuando como segundo vocalista, enquanto que na bateria a banda contaria com a participação do ilustre Dave Grohl, ex-Nirvana e líder do Foo Fighters.Nesse mesmo ano Troy Van Leeuwen entra para a banda como segundo guitarrista. Com o disco pronto, o Queens embarca em mais uma turnê, com Lanegan, Troy e Grohl. Songs for the Deaf é lançado em Agosto e o sucesso entre público e crítica é quase unânime.

Em 2002, a banda passa por complicações. Depois de Dave Grohl retornar ao Foo Fighters (lançando logo após um disco que possui latentes influências de seu período no Queens), Joey Castillo assume as baquetas do grupo. No final de 2003, Josh resolveu demitir Nick Oliveri, alegando estar cansado do comportamento completamente irresponsável de seu companheiro. Mark lanegan ficaria até o lançamento do próximo CD, por isso foi lançado o EP Stone Age Complications numa tentativa de abafar a turbulência, enquanto Josh Homme tenta reorganizar a banda para gravar o quarto disco.

Lullabies To Paralyze[editar | editar código-fonte]

Concerto do Queens of the Stone Age em Bolonha, 2005.

Eis que Lullabies to Paralyze, quarto álbum da banda é lançado e com ele uma proposta diferenciada para o QotSA surge. Embora muito da ferocidade da banda tenha sido suprimida nessa obra, é trazida à tona toda a capacidade dos integrantes comporem melodias mais densas, sombrias e perturbadoramente pesadas. Apos alguns shows que contarar com a ilustre presença de Billy Gibbons do ZZ Top, Mark Lanegan deixa a banda. O line-up da banda Josh Homme, Alain Johannes (multi-instrumentista que já colaborou no Desert Sessions e com Chris Cornell), Troy Van Leeuwen, Natasha Shneider e Joey Castillo saem em turnê pelo mundo.

Momentos marcantes dessa era são: a gravação do MTV Akustik Session em Berlim, a reunião com John Garcia (ex-vocalista do Kyuss) em um dos shows da banda cantando canções do antigo grupo e a gravação do primeiro CD/DVD ao vivo Over The Years And Through The Woods nas casas de espetáculos Brixton Academy e KOKO, em Londres. Tais shows haviam sido adiados por duas vezes e os músicos decidiram presentear o público presente com um EP contendo a faixa inédita "The Fun Machine Took A Shit & Died", supostamente "perdida ou roubada" durante as gravações de Lullabies to Paralyze (a banda admitiu mais tarde que a música havia sido trabalhada em outro estúdio).

Era Vulgaris[editar | editar código-fonte]

Concerto do Queens of the Stone Age no Wireless Festival, 2007.

Após o fim das turnês de divulgação de Lullabies, Josh Homme e Brody Dalle tiveram uma filha e pouco se soube sobre o que a banda faria a seguir. Eis que no segundo semestre de 2006, o QotSA entra em estúdio para gravar seu 5º álbum, novamente com a produção de Chris Goss. O álbum, intitulado Era Vulgaris, é finalizado em Março de 2007 e seu lançamento é esperado para Junho do mesmo ano. O line-up atual da banda não é sabido, mas rumores indicam que Alain e Natasha decidiram voltar suas atenções à sua banda original, Eleven.

Mais uma vez ocorreram rumores de que Oliveri voltaria ao grupo, muito em função da interrupção abrupta dos shows de divulgação de sua atual banda, Mondo Generator. Entretanto, os boatos foram desmentidos após a contratação de Michael Shuman, do Wires On Fire[1] e Dean Fertita do The Racounters. O novo álbum terá colaborações de Jesse Hughes do Eagles Of Death Metal, Trent Reznor do Nine Inch Nails e Julian Casablancas do Strokes. Billy Gibbons do ZZ Top e Mark Lanegan retornam mais uma vez ao cast do Queens of the Stone Age.

...Like Clockwork[editar | editar código-fonte]

Em 20 de agosto de 2012, a banda declarou via Facebook por uma atualização de status que eles estavam "gravando" o novo álbum.[2]

Em março de 2013, o Queens of the Stone Age anuncia seu novo álbum, intitulado ...Like Clockwork, lançado em 4 de junho de 2013.[3] [4] . O álbum conta com diversas participações especiais, entre elas a de Trent Reznor (Nine Inch Nails), Elton John, Jake Shears (Scissor Sisters), Alex Turner (Arctic Monkeys), além dos regressos de Dave Grohl, Nick Oliveri e Alain Johannes. Em 30 de março de 2013 durante apresentação no Lollapalooza Brasil, a banda apresentou seu novo baterista, Jon Theodore, ex-The Mars Volta, além do que viria a ser o novo single, entitulado "My God is the Sun". No dia 8 de abril, o novo single foi lançado de forma oficial, juntamente com o anúncio da data de lançamento (3 de junho) e a listagem de músicas.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Cronologia de Integrantes[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio

Referências

  1. Buddyhead Gossip. Buddyhead.com (06/04/07). Página visitada em 9 de Abril de 2007.
  2. Facebook page for Queens of the Stone Age. Ultimate-Guitar.com (2012-08-21). Página visitada em 2012-08-21.
  3. Queens of the Stone Age Preview '...Like Clockwork' Album, Sign to Matador. Spin (2013-03-22).
  4. Firecloud, Johnny (2013-03-22). Queens of the Stone Age Tease New Album '...Like Clockwork'. Antiquiet.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Queens of the Stone Age
Flag of the United States.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical dos Estados Unidos, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.