Queiroz Galvão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Queiroz Galvão
Grupo Queiroz Galvão S.A.
Tipo Empresa de capital fechado
Indústria Conglomerado
Fundação (1953)
Sede Recife, PE,  Brasil
Presidente Antônio de Queiroz Galvão
Empregados 40.000
Produtos Construção e Infraestrutura
Desenvolvimento Imobiliário
Engenharia Ambiental
Petróleo e Gás
Gestão de Negócios
Naval e Offshore
Perfuração e Produção de Petróleo e Gás
Faturamento Aumento R$ 9,27 bilhões (2012)[1]
Página oficial www.queirozgalvao.com

Queiroz Galvão é um conglomerado industrial brasileiro oriundo do estado de Pernambuco. Presente em todos os estados brasileiros e em outros países da América Latina e da África, também exporta seus produtos para os Estados Unidos, Canadá e Europa, empregando cerca de 40 mil trabalhadores. Originado no segmento de Construção, hoje atua em diversos setores, destacando-se os de Óleo e Gás, Exploração e Produção, Siderurgia, Cimento, Engenharia Ambiental, Participações e Concessões, Desenvolvimento Imobiliário.

O grupo é controlado pela família Queiroz Galvão, representada por Antonio de Queiroz Galvão.

História[editar | editar código-fonte]

O Grupo Queiroz Galvão nasceu em abril no ano de 1953, em Recife, Pernambuco. Os irmãos Antonio, Mário, João e Dario de Queiroz Galvão criaram uma pequena empresa de engenharia que se transformou num dos maiores grupos empresariais do Brasil.

Em 1963, a Empresa transfere sua sede para o Rio de Janeiro, então especializada em construir estradas, seguiu crescendo, atravessando as fronteiras estaduais, buscando participar dos mais diversos segmentos da economia. Operando nas áreas de exploração de Petróleo e Gás; Siderurgia, Agropecuária e Alimentos; Transportes Urbanos; Concessões de Serviços Públicos e na área financeira através do banco BGN S.a., o grupo Queiroz Galvão inicia a sua diversificação. Nos anos seguintes, presente em todo o território nacional, passou a atuar em países sul-americanos - Uruguai, Peru e Bolívia e sul da Africa, levando ao Exterior a marca da Queiroz Galvão.

O primeiro desafio da Construtora na América Latina foi a barragem de Paso Severino, obra hídrica que abastece a cidade de Montevidéu, capital do Uruguai. Na Bolívia, a Construtora executa o trecho Tarija–Potosí da Ruta F-1 Panamericana e o trecho Potosí-Cotagaita da Ruta F-14, totalizando 440 km de rodovia em pavimento rígido.

Também foi responsável pela construção do trecho La Paz-Desaguadero, na fronteira com o Peru (95 km de extensão) e Padcaya-La Mamora-Emboruzú-Bermejo, fronteira com a Argentina (126 km de extensão). Ambos foram realizados sobre a Ruta F-1 do Sistema Vial Boliviano. A Queiroz Galvão executou também o trecho Ascención-San Pablo, com extensão de 114 km, da Rodovia Santa Cruz de la Sierra-Trinidad.

Entre outros importantes projetos rodoviários executados no Peru, a Construtora participa do trecho Puente Inanbari-Azangaro do Corredor Bioceânico Sur (Brasil-Peru). No Chile, a empresa realiza as obras de construção da Hidrelétrica La Higuera, na localidade de San Fernando, com capacidade instalada de 155 MW.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]